A VONTADE

 

PALESTRA DRA. GISLAINE MARIA D’ASSUMPÇÃO

A VONTADE  É O PRINÍCIPO CRIATIVO DE TUDO.

É POIS A PRIMEIRA MANIFESTAÇÃO GRANDIOSA DO CRIADOR SUPREMO.

BOA VONTADE

• ALINHAMENTO DO CORAÇÃO

• DA MENTE E DA VONTADE

• COM VONTADE DE DEUS

• O USO DA BOA VONTADE NO CAMINHO EVOLUTIVO

A VONTADE É A PRINCIPAL CONDIÇÃO DE CRESCIMENTO INTERNO. DELA DEPENDE A FIRMEZA, A DISCIPLINA, A PERSEVERANÇA, A VIGILÂNCIA.

A VONTADE É RESPONSÁVEL PELA TRANSMUTAÇÃO DO NOSSO SER.

MERECE CUIDADO CONSTANTE PARA O CRESCIMENTO, AFLORAMENTO E DOMÍNIO DE SITUAÇÕES QUE CLAMAM POR REFORMULAÇÕES.

A VONTADE É O DÍNAMO. TODA MANIFESTAÇÃO EXTERNA É FRUTO DA VONTADE.

• VONTADE MECÂNICA – FLUXO IRREFLETIDO DESSA FORÇA VONTADE CONSCIENTE.

• VONTADE CONSCIENTE – BOA VONTADE. FORÇA VITAL COM DETERMINAÇÃO E ESFORÇO – CONDUZIDA COM SABEDORIA. 

FUNÇÃO DA VONTADE

DIRETRIZ E REGULADORA

EQUILIBRA E UTILIZA CONSTRUTIVAMENTE TODAS AS DEMAIS ENERGIAS DO SER HUMANO, SEM REPRIMIR NEHUMA DELAS.

EXPERENCIANDO A VONTADE

• A VONTADE EXISTE – INTIMAMENTE LIGADA À CONSCIÊNCIA DO EU

• TER UMA VONTADE

• SER UMA VONTADE

• SE SOU, POSSO SER.

FORMAS DE EXPRESSAR UMA VONTADE

• VONTADE INCERTA

• VONTADE NEGATIVA

• VONTADE FRÁGIL

• VONTADE ANSIOSA 

• VONTADE DETERMINADA =  É A ÚNICA QUE NOS FAZ ALCANÇAR OBJETIVOS EM NOSSAS VIDAS.

QUALIDADE DA VONTADE

1. ENERGIA – INTENSIDADE

2. COMANDO – DISCIPLINA

3. CONCENTRAÇÃO – ATENÇÃO

4. DETERMINAÇÃO – DECISÃO 

5. PERSISTÊNCIA – RESISTÊNCIA – PACIÊNCIA

6. INICIATIVA – CORAGEM 

7. ORGANIZAÇÃO – SÍNTESE.

TREINAMENTO DA VONTADE

• FAZER ALGO QUE PENSAM NÃO PODER REALIZAR.

• COMEÇAR COM TAREFAS SIMPLES

• UM OBJETIVO POR VEZ

• ESCOLHA CONSTRUTIVA E VIÁVEL

• RECUSAR O FRACASSO

FRACASSO

ESTÍMULOS PARA A FORÇA DE VONTADE

ÉPOCA DE FRACASSO – OCASIÃO DE SEMEAR O SUCESSO.

FRACASSO – ANÁLISE – ELIMINAR OS ERROS FUTUROS – CRESCIMENTO PESSOAL.

TREINAMENTO DA VONTADE

• ATIVIDADES FÍSICAS

• EXERCÍCIOS INÚTEIS

• VONTADE NA VIDA COTIDIANA

• PALAVRAS FORTES

• CONCENTRAÇÃO – MEDITAÇÃO – INVOCAÇÃO

• ATIVIDADES CRIATIVAS

SITUAÇÕES QUE INTERFEREM NO LIVRE EXERCÍCIO DA VONTADE

• MEDO

• INDISCIPLINA

• INCERTEZA

• EGOÍSMO

• EGOCENTRISMO

• INVEJA

• PREGUIÇA

• ACOMODAÇÃO

• AUTOCOMPLACÊNCIA

• AUTOCOMISERAÇÃO

MAIOR INIMIGO DA VONTADE = MEDO

• EXAURE ESTA ENERGIA

• ENFRAQUECE A VONTADE = O CÉREBRO ENVIA MENSAGENS INIBIDORAS.

• CONSTRINGE O CORAÇÃO.

AFIRMAÇÃO

EXERCÍCIO DA VONTADE – PODER DA ENERGIA DA VIDA LIBERADA. 

COMANDO – USO DO VERBO NO PRESENTE

REPETIÇÃO – COMBATE A REAÇÕES CONTRÁRIAS.

AFIRMAÇÃO

“EU PROCLAMO E CELEBRO A VONTADE EM PENSAMENTO, PALAVRAS E OBRAS”.

“A VONTADE DE FAZER O BEM DO EGO SE EXPRESSA EM MIM COM BOA VONTADE”.

BOA VONTADE

NA PALAVRA BOA VONTADE, O PROPÓSITO SECRETO DO LOGOS PLANETÁRIO ESTÁ ESCONDIDO.

AMOR  X  VONTADE

FALTA DE AMOR DOS QUE TÊM VONTADE. FALTA DE VONTADE DOS QUE TÊM AMOR.

A BOA VONTADE É NECESSÁRIA PARA A PAZ.

A BOA VONTADE É NECESSÁRIA PARA ESTABELECER AS CORRETAS RELAÇÕES.

BOA VONTADE DESTROE BARREIRAS.

BOA VONTADE ENCONTRA SOLUÇÃO PARA OS PROBLEMAS.

BOA VONTADE PROMOVE O ENTENDIMENTO.

BOA VONTADE

OBSTÁCULOS

• CRÍTICA

• ANTAGONISMO

• IRRITABILIDADE

• FANATISMO

• ILUSÃO DA SEPARATIVIDADE

BOA VONTADE X TRABALHO GRUPAL

• A BOA VONTADE É FUNDAMENTAL PARA O TRABALHO GRUPAL INICIAR COM O TRABALHO PESSOAL – META – QUE É A FUSÃO DA VONTADE PESSOAL COM A VONTADE TRANSPESSOAL – PRINCÍPIO DA UNANIMIDADE.

CONSTRUINDO A NOSSA REALIDADE PERFEITA

• O UNIVERSO É ENERGIA. A ENERGIA É MAGNÉTICA. A FORMA SURGE DA IDÉIA.

VONTADE DESENVOLVIDA

1. VONTADE DETERMINADA

2. VONTADE HÁBIL

3. BOA VONTADE

4. VONTADE TRANSPESSOAL – FUSÃO DA VONTADE PESSOAL COM A TRANSPESSOAL = VONTADE UNIVERSAL E TRANSCENDENTE.

DEVEMOS NOS ABRIR AS ENERGIAS QUE VÊM COMO AUXÍLIO. INTUINDO-NOS E AUMENTADO NOSSA PERCEPÇÃO PARA A MANIFESTAÇÃO COBERTA, FIRMA E DISCIPLINADA DA VONTADE.

O USO DA BOA VONTADE NO CAMINHO EVOLUTIVO

TUDO É COMO CONSEQUÊNCIA DO QUE SOU.

TUDO SERÁ COMO CONSEQUÊNCIA DO QUE SEREI

CONDUZIREI, POIS MEUS PASSOS EM DIREÇÃO AO AMOR, À LUZ E À PERFEIÇÃO.

E SEREI,  POIS, LUZ, AMOR E PERFEIÇÃO.

 

A ARTE DE VIVER

 

A ARTE DE VIVER: HARMONIA E DISCIPLINA

A terra é uma escola e todos aqui estão aprendendo cada um segundo o seu desenvolvimento.

A vida é um programa de estudos, onde os desafios são as provas e os testes.

Ver os desafios que se apresentam a todos nós, como teste, nos dá uma visão mais positiva da vida, e uma compreensão maior deste processo de sofrimento e dor. 

O sofrimento e a dor são instrumentos de ensino mais eficientes que existem. Quando estiver vivendo uma situação difícil pergunte a si mesmo: - O que estou aprendendo com isto? 

A primeira resposta, provavelmente será de revolta. Seja honesto com você mesmo, e certamente terá uma resposta positiva, que o ajudará a lidar melhor com aquela situação.

PAZ

A ARTE DE VIVER: DISCIPLINA

Para cursar a “Escolas Terra” com serenidade, precisamos trabalhar o nosso Ser desenvolvendo algumas habilidades que nos dão condições para passar nos testes da vida. 

Vamos começar pelas coisas mais simples, e por isso também mais difíceis. Hoje vamos trabalhar a Disciplina. É necessário que se organize para se harmonizar. Comece nas mínimas coisas.

No horário de se alimentar, na forma de se alimentar, na forma de organizar o seu armário, o seu quarto, a sua casa, o seu carro, o seu escritório, etc, etc...

Quando retirar qualquer coisa do seu lugar, volta instantaneamente com ela para o lugar de origem. Acompanhe este gesto, educando a vontade e a disciplina. 

Organize todo o seu mundo externo: arrumando armários, gavetas, etc. Mantenha tudo organizado assim estará se harmonizando e terá mais condições de concentrar suas energias para a realização de seu sentido de vida. 

LUZ

A ARTE DE VIVER: ORGANIZAÇÃO

É necessário que se organize para poder se harmonizar. Isto é imperativo. Deverá inicialmente começar de fora para dentro, e tão logo consiga, Automaticamente passará ao comando do Ser Interior, atingindo o Externo. Ao tirar um objeto do lugar, volte com ele  para o lugar de origem. Acompanhe esse gesto educando a vontade. 

Não escute o querer, faça conscientemente. Se o querer ponderar que não é necessário voltar com o objeto para seu lugar naquele momento esforce-se e faça o inverso, mesmo que sacrifique a comodidade, não se esqueça que está trabalhando o processo de disciplinar.

Ao levar o objeto para o seu lugar diga:

“Na medida em que me levanto e levo este objeto para o seu lugar, escuto e obedeço a voz do meu Eu Interior. Só ela neste momento está agindo em mim. Serenamente, firmemente, disciplinadamente”.

Deverá aplicar este tratamento nos menores gestos.

ALEGRIA

 A ARTE DE VIVER: FORÇA DE VONTADE

Educar a vontade, ser dono de si mesmo, é uma tarefa difícil. Para fazer frente aos desafios da vida, é necessário principalmente ter força de vontade, o que você pode desenvolver através da disciplina, em um processo de educação do seu Ser.

Coloque a vontade acima do querer, mesmo que sacrifique a comodidade, não esquecendo que está trabalhando o processo de harmonização.

Organize sua casa, seu ambiente de trabalho, seu horário, sua alimentação.

Gradativamente  irá notando que qualquer atitude fora destes propósitos começará a incomodá-lo, e nesse momento saberá que o processo de inversão estará concretizado, o Eu Interior começará a se sobrepor ao querer, e aí o trabalho de harmonização será conseqüência lógica.

Só assim conseguirá harmonizar todo o seu Ser.

SERENIDADE

A ARTE DE VIVER: HABILIDADES

Para resolver os testes ou desafios que a vida nos apresenta em nosso caminho evolutivo, precisamos ter algumas “habilidades”.

Este trabalho se propõe a desenvolver estas “HABILIDADES OU VIRTUDES”.

Esta série é composta de 33 “habilidades” que devem ser trabalhadas da seguinte maneira:

- Fazer um cartão com o nome da “HABILIDADE” e colocar em lugar visível: Ex: espelho do banheiro, porta da geladeira, etc.

Este funciona como lembrete.

- Ficar atento verificando os momentos em que você necessita usar aquela habilidade interna desenvolvida.

- Trabalhar uma semana com cada tema.

 

HABILIDADES A SEREM TRABALHADAS

SERENIDADE – BOA INTENÇÃO – CONDUTA RETA – DISCIPLINA – HUMILDADE – PACIÊNCIA – SABEDORIA – DESAPEGO – DISCERNIMENTO – EQUILÍBRIO – FIRMEZA – DESPRENDIMENTO – ENTREGA ABSOLUTA – BRANDURA – DOCILIDADE – RESOLUÇÃO – VIGILÂNCIA – HARMONIA – CORAGEM – ABNEGAÇÃO – DOAÇÃO – DINAMISMO – ACEITAÇÃO – PONDERAÇÃO – FÉ – PRUDÊNCIA – CAUTELA – CONFIANÇA IRREDUTÍVEL – ALEGRIA – ÂNIMO – RESIGNAÇÃO – ALERTA – ALINHAMENTO ESPIRITUAL.

PAZ LUZ E SUCESSO PARA VOCÊ.

A ARTE DE VIVER: HABILIDADES

Habilidades são virtudes que ajudam a vencer os desafios desta vida.

Estas virtudes são dons de Deus. Tudo está dentro de você, em potencial: cabe a você desenvolver estes potenciais. 

As pessoas dizem: eu sou inseguro. Eu sou ansioso. Não consigo me controlar, etc...

Estas afirmativas são negativas e impedem que os dons de Deus se manifestem em você. É difícil ouvir alguém dizer: EU SOU SERENO, EU SOU SEGURO, etc. Uma das formas de desenvolver as habilidades, é repetir constantemente estas afirmações positivas, certamente você conseguirá atingir a sua meta.

ÂNIMO E PAZ

A ARTE DE VIVER: SERENIDADE

Podemos facilitar a nossa estadia nesse planeta, desenvolvendo habilidades para vencer os desafios da vida. 

Todo ser humano possui dentro de si poder e força, para realizar sua missão aqui na Terra. A Força de Vontade, o querer é necessário sempre. 

Todos têm força de vontade, mas poucos usam. 

Hoje vamos usar a Força de Vontade para desenvolver a Serenidade. Escreva em um cartão em um local bem visível: na porta da geladeira ou no espelho. Toda vez que você olhar para a palavra use o poder da sua vontade e diga: EU SOU uma pessoa SERENA, não permito que nada me perturbe.

Fique vigilante, observando no dia à dia como você reage diante das dificuldades.

Você é um Ser de Luz e nada pode tirar sua SERENIDADE.

PAZ E ALEGRIA

ARTE DE VIVER: EQUILÍBRIO, DISCERNIMENTO E FIRMEZA

Este ano estamos focalizando as habilidades ou virtudes, que são condições básicas para se viver plenamente. Tendo Equilíbrio, Discernimento e Firmeza, você está em condições de resolver bem qualquer dificuldade. Resolver bem não é dar uma solução que queremos para os acontecimentos, isso nem sempre depende de nós. 

Resolver bem uma situação, usando o Equilíbrio, Discernimento e a Firmeza é você tomar uma atitude correta, sem se perturbar. 

Escreva estas três palavras em um cartão, coloque em um local que você veja todos os dias. Use o poder de sua força de vontade para adquirir estas virtudes. Diga sempre que você olhar o cartão: EU SOU o Equilíbrio, Discernimento e a Firmeza necessários em minha vida.

ALEGRIA

A ARTE DE VIVER: PAZ INTERIOR

 A arte de viver implica em manter a Paz e a Serenidade no dia à dia. Isto é condição básica para manter a nossa ligação com Deus. 

Viver bem o dia à dia, muitas vezes é mais difícil do que enfrentar um momento de crise, onde toda a nossa força está concentrada para resolver aquela situação. 

Quando nos irritamos várias vezes ao dia, permitindo que sentimentos menos nobres ocupem o nosso Ser, deixando os pensamentos nos levar para lembranças negativas, estamos cortando a nossa ligação com a LUZ MAIOR, a fonte que todos alimenta. Toda vez que você perder a paz, pare um pouco, eleve seu Ser e se ligue a Deus, dizendo: EU SOU um Ser de Luz, EU SOU a Paz e a Serenidade.

LUZ

ARTE DE VIVER: VIGIAI E ORAI

Esta recomendação é preciosa, além de vigiar e orar é necessário Força de Vontade para não deixar que nada nos perturbe.

Repetir várias vezes por dia a seguinte afirmação, ajuda muito, especialmente nos momentos de desarmonia: EU SOU um ser de Luz, fui criado à imagem e semelhança de Deus. Irradio a Luz, através do meu Centro de Luz para todas as pessoas e todas as coisas. 

Para manter a harmonia no dia à dia, é necessário “vigiar e orar”. Você pode usar outra afirmação juntamente com a sua força de vontade para manter a harmonia:

“Estou em uma esfera de luz, através da qual só passa a Luz do Cristo e aqui permanece”.

ALEGRIA

A ARTE DE VIVER: ELIMINANDO NEGATIVIDADE

Manter a harmonia consigo mesmo e com os outros faz parte da Arte de Viver. 

Uma das coisas que muito nos perturbam são os sentimentos reprimidos, sentimentos de raiva, rejeição, mágoas, etc. 

Devemos cuidar de nosso interior como cuidamos de um jardim: sempre plantando e replantando as flores mais bonitas, retirando as ervas daninhas, cuidando dele com carinho e dedicação.

No jardim interno do seu Ser as flores são os sentimentos belos e nobres, as ervas daninhas os sentimentos negativos. 

Para se harmonizar, você pode diariamente cuidar do seu jardim interno, retirando como se fosse ervas todos os sentimentos negativos, assim o seu “Jardim Interno” vai ficar lindo, cheio de Paz, Alegria e Amor.

ARTE DE VIVER

Para realizar o sentido de sua vida, que é o de cursar bem esta “Escola Terra” e receber o seu diploma no final, é necessário muita força de vontade. Levar a vida como um barco sem rumo, ao sabor dos ventos e da correnteza, não lhe dará diploma. 

Para conduzir sua vida com firmeza, tendo uma meta, sabendo que você é quem leva o barco a seu destino, requer muita força de vontade.

Você pode desenvolver sua Força de Vontade dizendo com freqüência: “EU SOU a Força de Vontade que conduz a minha vida”.

Esta força deve ser usada primeiramente com você mesmo, cuidando da Disciplina, da Harmonia, e desenvolvendo todas as virtudes necessárias para você estar mais próximo do propósito para o qual você foi criado.

SUCESSO EM SUA JORNADA INTERIOR

 

AS  YOGAS TIBETANAS DO SONHO E SONO

The Tibetan Yogas of Dream  and Sleep - Tonzin  N. Rinpoche

Snow Lion Publications, P.O.Box 6483-Ithaca, New York,

14851 USA, 1998 – 607 – 273 -8519

“Se nós  não podemos nos manter presentes durante o sono, se nós   nos perdemos todas as noites, qual a chance que teremos de estar consciente quando a morte chegar? Olhe para a sua experiência nos sonhos e saberá como você se sentirá na morte. Olhe para a sua experiência no sono para descobrir se você é ou não consciente”

“Os ensinamentos não são idéias para serem colecionadas, mas um caminho a ser seguido”

A NATUREZA DO SONHO  -   SONHO E REALIDADE

O Primeiro caminho na prática espiritual é bem simples, devemos reconhecer o grande potencial que tem os sonhos para a  jornada espiritual.

De acordo com os ensinamentos, existem 6 reinos (loka) de existências nos quais todos os seres desiludidos existem.

Existe o  Reino dos deuses, dos semideuses, dos humanos, dos animais, dos fantasmas, dos famintos e dos infernos. Fundamentalmente, os sonhos são 6 dimensões de consciência, 6 dimensões de possíveis experiências. Eles se manifestam em nós individualmente, como as 6  emoções negativas: raiva,  aridez, ignorância, ciúme, orgulho e distração prazeirosa.

Reino dos Infernos – A raiva é a emoção semente deste reino, ela se manifesta como aversão, tensão, ressentimento, crítica, violência. A  maioria das guerras são causadas pela raiva.

Quando estamos nos sentindo vítimas pelo ódio e raiva, nós estamos participando do reino dos infernos.

Reino dos fantasmas famintos – Avidez é a emoção semente do Reino dos fantasmas

famintos. Avidez surge de um sentimento de excessiva necessidade que não pode ser preenchida. A fome real que sentimos é a da nossa verdadeira natureza.

Reino animal – Ignorância é a semente do Reino Animal. É experenciada como um sentimento de estar perdido, inconsciente, inseguro. Muitas pessoas experimentam uma escuridão e uma tristeza que tem suas raízes nesta ignorância, elas sentem uma necessidade, mas não sabem o que fazer, ou o que desejam para si mesmas. No ocidente as pessoas freqüentemente se consideram felizes se estão ocupadas, mas elas não conhecem a sua  verdadeira natureza.

Reino Humano – Ciúme é a raiz emocional deste reino. Quando  possuídas pelo ciúme, nós desejamos segurar tudo o que temos, uma idéia, uma paixão, um relacionamento. Vemos a fonte da importância no objeto do desejo.

Reino dos Semi-Deuses – Orgulho é a principal aflição dos semideuses. A causa de muitas guerras é o orgulho individual e nacional de acreditar que se tem a solução do problema de outras pessoas.

Existe um aspecto escondido da manifestação do orgulho, é quando acreditamos que somos piores que os outros em alguma particularidade.

Reino dos Deuses – Distração prazeirosa é a semente do Reino dos Deuses.  Os Deuses estão perdidos no forte senso de lazer (preguiça), alegria e centrados no prazer.  Tudo que eles necessitam é ter seus desejos satisfeitos. Eles não têm senso de realidade. Perdidos nas sensações de diversão e prazer, eles são distraídos e não retornam ao caminho da libertação.

AS ENERGIAS DO CORPO

São 3 os canais principais de energia sutil. Seis Chacras principais são localizadas neles. Destes 6 chacras, 306 ramificações de canais energéticos vão através do corpo.  Estes 3 canais  raízes, são na  mulher: o canal vermelho no lado direito do corpo, o canal branco, no lado esquerdo, e o canal azul no centro do  corpo. No homem: o  canal da direita é o branco, o da esquerda é o vermelho e o central é azul. Os dois canais laterais que são  do diâmetro de um lápis, correm ao lado  e em frente da espinha, e penetram no cérebro, circulam dentro do crânio e vão até o topo da cabeça e se abrem nas narinas. O canal central corre direto entre estes  2 canais em frente à coluna vertebral. Ele é do diâmetro  de um cano, e vai da  base da coluna direto  ao topo da cabeça onde termina.

O canal branco é por onde as energias de emoções negativas se movem. O canal vermelho é o condutor  de energias positivas e de sabedoria.

Na prática do  sonhar, o homem deve dormir do lado direito e a mulher do lado esquerdo, para  pressionar o canal  branco e fechá-lo, e abrir o canal vermelho. Isto contribui para melhores experiências nos sonhos, envolvendo mais emoções positivas e maior claridade.

O canal  azul central é o da não-dualidade.

Neste canal circula a energia primordial da consciência (rígpa). A prática do sonhar traz  principalmente a consciência e o prana através deste canal, esta energia está  além da negatividade e positividade. Quando isto ocorre, o praticante realiza a unidade que vai além da aparente dualidade. 

Geralmente, quando as  pessoas  têm experiências místicas, grandes experiências de bênçãos, ou de claridade, elas estão energeticamente baseadas no canal central.

IMAGENS DA MÃE TANTRA

(Tantra = Práticas – Mãe = Clara Luz)

Não saber como trabalhar com os pensamentos significa  que se é dominado por eles. Saber como trabalhar com os pensamentos significa que a pessoa está em contato com a sabedoria e sabe usar positivamente as virtudes e a libertação, entrando em contato com sua essência. Precisamos saber que a essência de tudo é o vazio.

Quando chegamos neste ponto, então todos os momentos da vida são livres e toda experiência é uma prática  espiritual, todo som é mantra, todas as formas são puro vazio, e todo sofrimento é um ensinamento.

Quando compreendemos que tudo é uma projeção da mente, então nós somos livres.

 

TIPOS E USOS DOS SONHOS

A meta da prática dos sonhos é a libertação. Mas existem relativos usos do sonho que podem beneficiar nosso dia a dia. 

Existem 3 tipos de sonhos: 1 – sonhos ordinário (sansaricos);  2 – sonhos de claridade; 3 -  sonhos da Clara Luz.

Os dois primeiros tipos são distintos pelas suas diferentes causas e neles o sonhador pode estar lúcido ou não. Nos sonhos com a Clara Luz, tem consciência e a pessoa está lúcida.

Sonhos Ordinários ou Sansaricos – Eles vem dos traços do carma e são emocionais.

Sonhos de Claridade -  É resultado de uma grande consciência no estado de sonho.

É um sonho puro, no sonho de claridade é como se alguma coisa é  dada ou encontrada pelo sonhador.

Sonhos da Clara Luz – Estes sonhos ocorrem quando a pessoa está bem adiantada no caminho. Eles vêm do canal central. Eles indicam um estado sem sonhos, pensamentos ou imagens, mas existe sempre uma clara luz,  onde  o sonhador retorna a verdadeira natureza da mente.

As diferenças entre estes  dois tipos de sonho são  muito sutis. Os sonhos de claridade incluem uma sabedoria que vem do carma coletivo. Os sonhos da Clara Luz não são definidos como sonhos porque não são do ego do sonhador, são uma clara luz que vem da consciência pura, não dual.

USOS DOS SONHOS

O maior valor dos sonhos está em seu contexto na nossa jornada espiritual.

Experiência em sonhos -  São muito flexíveis e podemos fazer coisas que não fazemos normalmente, como  fazer movimentos diferentes, etc.

Guiança (orientação) – A maioria dos tibetanos, vem os sonhos como uma fonte potencial do mais profundo conhecimento espiritual e de orientações para o dia a dia. Os sonhos são consultados para  diagnósticos de doenças, eles falam da relação da pessoa com as diversas energias, especialmente as negativas. Alguns Tibetanos trabalham com os sonhos  como uma  forma de comunicação profunda  consigo mesmo e com outros mundos.

Adivinhação – Sonhos que nos falam de futuro.  Os tibetanos não acreditam que o futuro é fixo. Ele tem as sementes do passado (carma), mas  pode ser mudado. Para se estar habilitado a ter este tipo de sonho, a pessoa deve estar livre da maioria de seu carma pessoal.

Ensinamentos em sonhos – Existem vários relatos de pessoas que receberam ensinamentos em sonhos. Em nossa jornada espiritual, à medida  que os sonhos passam a fazer parte do processo de nos  conectar com o nosso Eu mais profundo, a maturidade e o desenvolvimento espiritual aparecem.

VISÃO, AÇÃO, SONHO E  MORTE

A  Mãe Tantra  diz que se uma pessoa não está consciente na visão (totalidade da experiência, acordada) ela não estará consciente em seu comportamento. Se ela não está  consciente em seu comportamento não estará consciente em seus sonhos. Se não está consciente em seus sonhos não estará consciente  no  bardo depois da morte.

Quando entramos no bardo é o mesmo que entrar no sono.

 

ZHINÉ – MÉTODO DE ACALMAR A MENTE

Zhiné  começa com a fixação mental em um objeto e quando esta concentração está forte o suficiente, passa para a fixação sem objeto.

Geralmente usa-se a fixação na letra tibetana A –

A primeira parte da prática é chamada de forçada porque requer esforço, a mente ainda está muito distraída. Esta prática deve ser feita uma ou duas vezes por dia, pode ser feita com maior freqüência se você tiver tempo. Desenvolver a concentração é o mesmo que desenvolver os músculos do corpo, deve  ser feita com regularidade. Mantenha a mente no objeto, se dispersa, gentilmente volte sua atenção ao objeto.

Zhiné natural – Neste estágio a mente está  absorvida na concentração e não necessita de nenhum esforço. 

Abandonando o objeto fixo, simplesmente fixe o foco no espaço, como no céu, ou no espaço vazio em seu próprio quarto. Você faz isto dissolvendo a mente ou mergulhando a mente no espaço. 

Último estágio do Zhiné -  Este estágio  é  caracterizado pela mente tranqüila, relaxada, plena de luz, na presença não – dual de rigpa.

Obstáculos – Agitações

                   Sonolência

                   Preguiça

A estabilidade da mente trazida pela prática do Zhiné  é o fundamento da yoga do sonho.

 

AS QUATRO PRÁTICAS FUNDAMENTAIS

Belas são preparatórias no sentido de que são as fundações para o sucesso da prática principal.

A yoga do sonho é baseada no modo de se usar a mente, determina a qualidade dos sonhos, assim como a qualidade da vida acordada.

Primeira – Mudando os traços cármicos 

Durante o dia pratique o reconhecimento de que a vida é um sonho. Ao acordar pense: Eu estou tendo um sonho lúcido. Quando você entrar na cozinha reconheça que é uma cozinha do sonho. Pense sempre: “Tudo é um sonho”.

Em determinado momento este entendimento chegará no sonho e você reconhecerá o estado de sonho e assim desenvolverá a lucidez.

Quando pensamos que uma experiência é só um sonho, ela se torna menos real e perde poder sobre nós. A  medida que vemos a experiência diferentemente, nós mudamos nossa reação à ela e assim mudamos o carma. 

Uma outra forma é que esta prática visa realizar que a vida acordada é o mesmo que um sonho, todas as nossas experiências são projeções da nossa mente, e tudo que experienciamos é fruto da influência do carma.

A recomendação é que isto não impeça de agir de acordo com a vida acordada: Ex. ter cuidado ao atravessar a rua, pagar as contas, etc.

Segundo – Remover inveja e  aversão

A segunda preparação especificamente direciona a mesma lucidez para as reações da sombra que aparecem como reação à experiência. 

Quando esta reação aparece, relembre a si mesmo que o objeto e a reação ao objeto são todos sonhos. Pense: “Esta raiva é um sonho. Este desejo é um sonho. Esta indignação, pesar,  é um sonho”. 

A verdade se torna clara quando você presta atenção ao processo interno que produz o estado emocional. Com uma prática constante, até fortes estados de raiva, depressão e outros estados de infelicidade podem ser aliviados. Quando eles aparecem, são dissolvidos.

Terceiro  - Reforçando a atenção

Esta prática envolve rever o dia antes de dormir. Quando você se preparar para dormir, deixe que as memórias do dia apareçam, e a medida que elas aparecerem reconheça que são um sonho. As memórias são muito semelhantes  aos sonhos. Então desenvolva uma forte determinação de reconhecer os sonhos da noite quando eles surgirem. Faça o mais forte possível  a intenção de que você saberá quando estiver sonhando. 

A intenção é como uma flecha que a consciência pode seguir durante a noite, e atingir diretamente o alvo da lucidez nos sonhos.

Quarto – Cultivando a memória e o esforço prazeiroso

Esta prática se propõe ao acordar pela manhã, lembrar dos eventos que ocorreram à noite. 

Comece por rever a noite. Você sonhou? Quando você acordou, estava tendo um sonho? Quando você sonhava estava consciente?

Você se lembra dos sonhos, mas não estava consciente nos sonhos. Tome a decisão de que da próxima  vez que você tiver um sonho, você estará consciente de que é um sonho.

Se você tem dificuldades de lembrar dos sonhos, é útil ter um caderno e anotar os sonhos.

Se você teve um sonho lúcido, sinta-se alegre,  desenvolva a felicidade de ter conseguido e continue a desenvolver a lucidez nos sonhos. 

Continue com a intenção de ter sonhos lúcidos nos sucessos e nos fracassos e saiba que a intenção nada mais é que um sonho.

Estas quatro práticas são muito mais poderosas do que você pode imaginar.

 

PREPARAÇÃO PARA A NOITE

Mesmo para quem não pratica a yoga do sonho é muito útil se preparar  para dormir.

Purifique a mente o mais que puder antes de dormir, como antes da meditação. Faça o que souber para não levar emoções negativas para o sono.

Tente conectar com um mestre ou dakini (anjos do sonho) reze para os Budas e divindades, desenvolva compaixão. Faça o que você puder para tirar a tensão do corpo e as atitudes negativas da mente. Livre-se de perturbação, com uma luz azul e a mente solta, você vai ter um sono curador.

 

NOVE  RESPIRAÇÕES  DE PURIFICAÇÃO

Estas nove respirações de purificação são uma pequena prática de limpar e purificar os canais e relaxar a mente e o corpo.

Sente-se em posição de meditação com as pernas cruzadas. Coloque suas mãos no colo, com a mão direita sustentando a esquerda.

Visualize os três canais de energia no seu corpo. 

O canal central é azul e passa pelo centro do seu corpo, ele têm o diâmetro de um cano,  e termina na cabeça, se abrindo no topo  da cabeça.  Os canais laterais são do diâmetro de um lápis e encontram o canal central na  base, quatro dedos  abaixo do umbigo. Eles correm dentro do corpo de cada lado do canal central, curvam dentro do  crânio, passam  atrás dos olhos e saem pelas narinas. Na mulher o canal da direita é o vermelho e o da esquerda branco. No homem o canal da direita é branco e o da esquerda vermelho.   

 

PRIMEIRA:  TRÊS RESPIRAÇÕES

Homens: Coloque a mão direita com o polegar pressionando a base do dedo anelar. Feche a narina direita com o dedo anelar, inspire luz verde através  da narina esquerda.

Então feche a narina esquerda com o dedo anelar, expire completamente pela narina direita. Repita isto por três inalações e exalações.

Mulher: Feche a narina esquerda com o dedo anelar, inspire luz verde através da narina direita. Então, feche a narina direita com o dedo anelar e expire completamente pela narina esquerda. Repita isto por três inspirações e expirações.

 

SEGUNDA: TRÊS  RESPIRAÇÕES

Homens e mulheres: mudem as mãos e narinas e repita por três inspirações e expirações. Com cada expiração, imagine que todos os obstáculos ligados ao feminino sejam expelidos pelo canal vermelho, na forma de uma luz cor de rosa. Isto inclui doenças associadas com a bílis assim como obstáculos e obstruções associadas ao futuro.

TERCEIRA: TRÊS RESPIRAÇÕES

Homens e mulheres: coloque a mão esquerda em cima da direita no colo, com as palmas para cima. Inspire a luz verde da cura pelas duas narinas. Visualize esta luz movendo para baixo nos canais laterais, até a fusão com o canal principal, que se encontra quatro dedos abaixo do umbigo, com a expiração visualize a energia subindo pelo canal central até o topo da cabeça sendo liberada.

Complete três  inspirações e expirações. Em cada expiração imagine todas as doenças associadas com espíritos hostis  sendo expiradas pelo topo da cabeça na forma de fumaça preta. Isto inclui doenças associadas com secreção, assim como obstáculos e obstruções associados ao presente.

 

GURU YOGA

É uma prática essencial em todas as escolas de budismo. Ela desenvolve a conecção do coração com o mestre. O essencial desta yoga é o praticante emergir com sua mente conectada com a mente do mestre.

Qual é o verdadeiro mestre? É a não forma, a fundamental natureza da mente, a primordial consciência da base de tudo, mas porque nós existimos no dualismo, é útil para nós visualizar isto na forma. 

Deixe você emergir  em união com a mente de Buda com a natureza iluminada de Buda. Este é o caminho para praticar GURU yoga.

GURU

A PRÁTICA -  Depois das nove respirações, ainda sentado na postura de meditação, visualize o mestre acima e em frente de você. Isto não deve ser uma figura em duas dimensões, deixe o ser real existir ali em terceira dimensão, bem real, todo em luz, pura, e com uma presença tão forte que afeta os sentimentos no seu corpo, sua energia e sua mente.

Ofereça uma prece sincera, pedindo que sua negatividade seja removida, que suas qualidades positivas sejam desenvolvidas.

Então, imagine recebendo bênçãos do mestre em forma de três cores luminosas, que jorram do mestre (Buda ou Jesus) de suas três portas de sabedoria; do coração, da fala e da mente até você. As luzes devem ser transmitidas na seguinte freqüência: A luz branca flui do chacra da testa até o seu, purificando e relaxando seu corpo inteiro. Então a luz vermelha flui do chacra laríngeo do mestre até o seu, purificando e relaxando sua dimensão energética.

Finalmente a luz azul flui do chacra cardíaco do mestre até o seu,  purificando e relaxando sua mente.

Quando as cores entram em seu corpo, sinta-as. Permita que seu corpo, energia e mente relaxem, mergulhando na luz da sabedoria. Use sua imaginação para tornar a  benção real e sua experiência plena, em seu corpo e energia assim como nas imagens da sua mente.

Depois de receber  as bênçãos, imagine o mestre se dissolvendo em luz que penetra em seu coração e aí reside como sua mais profunda essência. 

Imagine que você se dissolve em luz, e permanece como pura consciência, rigpa.

 Ir dormir é um pouco como morrer, uma jornada solitária ao desconhecido. O lugar de dormir deve ser perfeitamente seguro e confortável. 

É bom criar uma proteção antes de dormir, Isto pode ser feito imaginando a proteção das dakinis ao redor da área onde você está dormindo, visualize as dakinis como lindas deusas, cheias de luz e amor, na cor verde e cheias de poderosa proteção.

Imagine que elas estão perto de você, durante toda a noite, como mães zelando pelos filhos, ou guardians em volta de um rei ou sultão.

Imagine que elas guardam as portas e as janelas, sentadas em sua cama, perto de você, andando pelo jardim, até que você se sinta totalmente protegido.

PROTEÇÃO -  A Tantra do mestre nos diz que ao nos prepararmos para dormir, nós devemos manter a consciência nas causas dos sonhos, no objeto que é o foco do sonho, nos protetores, e em nós mesmos. Mantenha tudo isto junto na consciência, não muitas coisas, mas uma  simples  cena, e isto terá um grande efeito no sonho e sono.

A PRÁTICA PRINCIPAL

Para desenvolver a yoga dos sonhos, existem três metas que precisam ser alcançadas em seqüência:

1 – Trazer a consciência para dentro do canal central;

2 -  Cultivar a visão clara e experiência;

3 -  Desenvolver poder e segurança, assim não nos perderemos;

4 -  Desenvolver nosso poder para não sucumbir ao medo.

Estas metas correspondem as quatro qualidades do sonho: paz, alegria e poder,  e  aos quatro estágios da prática.

 

Trazendo a consciência ao canal central

Depois de trabalhar com as  práticas preliminares durante o dia, e depois de fazer as práticas de antes de dormir – purificação da respiração, a yoga do mestre de compaixão e amor, visualização da proteção das dakinis, e fazendo a intenção para a noite  - a primeira parte da prática principal está feita.

Focalização do A

Visualize uma bela flor de lótus vermelho de quatro pétalas no chacra laríngeo. No centro das quatro pétalas está um luminoso A Tibetano, claro e translúcido, como um cristal feito de pura luz. Como um cristal esta letra reflete a cor vermelha das pétalas da flor de lótus. 

Em cada uma das quatro pétalas tem uma sílaba: RA na da frente, LA na da esquerda, SHA nas costas e AS na da direita. Quando o sono vier, mantenha a luz, relaxando, focalizando o A .

Esta parte da prática é feita para trazer a mente e o prana para o canal central. A qualidade é pacífica, e quando mergulhamos no vermelho profundo A, nós encontramos a paz dentro de nós. 

A qualidade dos sonhos geralmente tem menos a ver com imagens particulares e mais com o sentimento de paz.

Aumentando a Claridade

Depois de dormir aproximadamente por duas horas, acorde e comece a segunda parte da prática. Tome a mesma posição da prática anterior, homens no seu lado direito e mulher no esquerdo. Inspire e segure a respiração gentilmente. Experimente respirar como se começasse do umbigo. Depois  de segurar a respiração por alguns minutos, gentilmente expire. Durante a expiração relaxe os músculos da pélvis, peito e de todo o corpo. Completamente relaxado, repita isto sete vezes.

Visualize uma bola branca de luz (tiglé) no chacra entre as  sobrancelhas, este é um ponto de claridade.

Um tiglé, também conhecido como ponto luminoso, pode ser várias coisas. É uma energia que pode ser encontrada no corpo. Na prática o tiglé é uma pequena, luminosa e substancial esfera de luz. As diferentes cores do tiglé representam diferentes qualidades da consciência, e visualizando-os é como abrir uma porta para experiências daquela qualidade.  

Enquanto conectado com o luminoso tiglé branco no chackra frontal, a mente se mantém clara e presente. Se você dormir neste estado a consciência permanece  promovendo o   que

chamamos de qualidade dos sonhos manifestados. A intensão é ir crescendo na complexidade desta prática. 

O sonho dado como exemplo é o de uma dakini tocando instrumentos musicais, cantando e trazendo flores para o sonhador.

Necessariamente os sonhos de claridade não necessitam ter uma dakini, mas eles devem ser caracterizados por uma alegria prazerosa.

Estreitando a Presença

A terceira parte da prática é feita duas horas depois da segunda. Para esta parte da prática, uma posição diferente é tomada: Deite de costas num travesseiro bem alto. Cruze as pernas na posição de meditação. Usando um travesseiro  alto, irá  ajudar a manter o sono luminoso e geralmente ajuda a ter sonhos mais lúcidos, mas preste atenção ao conforto do seu pescoço. Não permaneça numa posição desconfortável. Para esta parte da prática, faça 21 respirações profundas, mantendo a consciência na respiração.

O ponto a ser focalizado é o chacra do coração, dentro dele, a sílaba HUNG  preta e luminosa é visualizada. Mergulhe na sílaba, então tudo se torna HUNG preta, e durma.

A qualidade a ser desenvolvida aqui é o poder.

Desenvolvendo a Ausência de Medo

A quarta parte da prática é mais fácil, porque não é necessário acordar até de manhã.

Não requer nenhuma posição especial, só manter-se numa posição confortável.  Não é preciso respirações especiais, somente respire naturalmente. Tradicionalmente ela é feita duas horas depois do último acordar. Um pouco antes da luz da manhã. 

O segundo chacra é o foco. Dentro do chacra tem uma esfera preta, luminosa um tiglé preto. Isto é o mais escuro aspecto da imaginação. Os ensinamentos falam que os sonhos aqui são como conter fogo na montanha e nos vales, rios torrenciais, e ventos que destroem tudo por onde passam. 

O sonhador pode ficar aterrorizado.

Nesta parte da prática, entre no preto e luminoso  tiglé e se torne ele. Então permita que sua mente relaxe suavemente, e focalize no tiglé preto e luminoso, que está em toda  parte, que preserva seus sentidos e sua mente, e permite-se dormir.

POSIÇÃO

Posições diferentes abrem ou comprimem específicos canais de energia e influência o fluxo da energia sutil.

Quando a pessoa dorme do lado direito,  o canal que carrega a maior parte da energia negativa é forçado e um pouco fechado e o canal esquerdo é aberto.

O homem deve dormir do lado direito, o seu canal da sabedoria é o da esquerda e assim fica livre.

Para a mulher é o contrário, ela deve dormir do lado esquerdo, pois o seu canal de sabedoria é o direito.

Mantendo a posição, sem mexer muito, será útil para manter a lucidez.

 

FOCALIZANDO A MENTE

Assim como as várias posições do corpo alteram o fluxo de energia e afetam a  qualidade da experiência, as diferentes visualizações focalizadas no corpo também afetam a experiência.

Cada uma das quatro  partes da prática principal envolve a concentração numa cor luminosa e num tiglé, ou sílaba em um dos 4 chacras. Usando estas imagens, a mente é melhor conectada com padrões específicos de energia em suas precisas localizações no corpo, e sua consciência é afetada por esta conecção.

A cor também tem um efeito na consciência. Ela é usada na visualização para ajudar a estabilizar a qualidade da consciência.

Freqüentemente os praticantes dizem que eles têm muitas dificuldades para manter a visualização, ou que estas visualizações interferem com o sono. O importante é persistir com as visualizações, até se fundir com elas. 

Os ensinamentos  também prescrevem este tipo de focalização para a hora da morte. Quando a “presença” é mantida durante a morte o processo inteiro é facilitado. 

Manter a “presença” é realmente o alvo de toda a prática. Na prática, a intenção é levar a mente diretamente para o puro estado da consciência.

Se for bem sucedido, o praticante não experimentará a turbulência e distração do pós-morte, ele experimentará um estado direto de liberação na Clara Luz.

Sem a habilidade de manter a pura presença, nós nos distraímos no sonho, nas fantasias, no 

Sansara, na próxima vida, mas se mantemos a pura presença nós nos  encontramos na Clara Luz durante a noite, nos permanecemos na natureza da mente durante o dia, e nos libertamos no bardo depois da morte.

Para experimentar como as visualizações afetam a consciência experimente isto:

- Imagine você numa escuridão total, completamente preto. Não somente a escuridão ao seu redor, mas está escuro na visão, na sua pele, acima e abaixo de você, de cada célula do seu corpo. O mais que você puder sentir e cheirar a escuridão. Agora imagine a escuridão subitamente se tornando clara, percebendo a luz ao seu redor, e sentindo que esta luz é você. Você deve ser capaz de perceber a diferença entre estas duas visualizações. 

Esta outra experiência levará você  a  experimentar  o  tipo  de  concentração que  a  prática requer.

- Relaxe seu corpo. Imagine um A luminoso e vermelho no chacra da sua garganta. Use sua imaginação para sentir a luz e deixe que ela o acalme, relaxe, aquiete sua mente e corpo. A luz se expande, saindo do seu chacra da garganta e preenchendo todo o seu corpo. Enquanto ela faz isto, ela relaxa toda a tensão. Tudo é  envolvido e preenchido pela luz vermelha. O seu corpo inteiro se dissolve na luz vermelha. Deixe a luz manter a sua consciência de modo que tudo o que você vê é uma luz vermelha luminosa.

- Deixe tudo que vier, objetivo ou subjetivo,  dissolver na luz vermelha. Todo, seu corpo, sua energia, o mundo e os eventos mentais se dissolvem, até que você esteja completamente imerso na luz vermelha. Não existe mais “dentro” ou “fora”, só a luz vermelha. É desta forma que se mergulha com o A .  É como se deve concentrar à noite, unificando com o objeto da visualização.

 

A SEQUÊNCIA

As práticas devem sempre ser feitas em ordem:

Primeira parte – a focalização do A na garganta é feita quando você vai dormir.

Segunda parte – é feita duas horas depois.

Terceira parte - duas horas depois da segunda.

Quarta parte  - duas horas depois da terceira. 

Acordando várias vezes durante a noite, mantém-se o sono mais leve e torna mais fácil praticar a yoga do sonho.

Não se preocupe se não acordar as quatro vezes, você pode usar um despertador, mas se você acordar menos vezes, mesmo que seje uma só vez, está bom, não se preocupe, faça o melhor que puder. Este é o segredo da prática, a preocupação impede a prática, apenas faça o melhor e não se preocupe. 

As quatro práticas da noite estão relacionadas com a estabilidade, a claridade e  o poder.

A prática parece complexa porque um número de diferentes elementos é trabalhado em harmonia para melhor sustentar o praticante. É só no começo que nós precisamos deste suporte. A medida que você for praticando, poderá  simplificar as  práticas.

LUCIDEZ

Se alguém nos diz que passou muitos anos em retiro, nós ficamos impressionados, mas este tipo de esforço é necessário para manter a iluminação. Na nossa vida agitada, isto parece impossível, mas atualmente todos nós temos esta possibilidade.

Durante os próximos dez anos passaremos três anos dormindo. Estes três anos de sono podem ser usados fazendo as práticas. Desde que a lucidez é alcançada e estabilizada, qualquer prática pode ser feita nos sonhos. 

A yoga dos sonhos desenvolve a capacidade que todos nós temos de ter sonhos lúcidos.

Os sonhos lúcidos não são a meta em si da yoga dos sonhos, mas é uma parte muito importante nesta prática..

Nos sonhos lúcidos nós praticamos transformar tudo. Não há barreiras que não possam ser modificadas nos sonhos, nós podemos fazer tudo o que quisermos nos sonhos. 

A medida que quebramos nossas limitações habituais, a mente se torna incrivelmente flexível. Primeiro devemos ter lucidez e depois a flexibilidade e então nós aplicamos esta flexibilidade da mente em tudo nas nossas vidas. Somos  menos condicionados e limitados pela nossa percepção habitual, quando temos a experiência de sua relatividade e maleabilidade nos sonhos.

DESENVOLVENDO A FLEXIBILIDADE

Os ensinamentos sugerem muitas coisas para se fazer nos sonhos depois que a lucidez foi alcançada. O primeiro degrau para desenvolver a flexibilidade nos sonhos, assim como acordado, é reconhecer o potencial para fazer isto.

A Mãe Tantra, listou onze categorias de experiências nas quais a mente pode normalmente ultrapassar a aparência. Todas elas são para reconhecer, mudar e transformar. O princípio é o mesmo, mas é importante pensar sobre cada uma, para introduzir a mente nas possibilidades de transformação.

São estas as categorias: 

Tamanho – Dois aspectos, pequeno e grande.  Mude os tamanhos no sonho. Faça o maior se tornar menor e vice - versa.

Quantidade – Aumente ou diminua as quantidades nos sonhos.

Qualidade – Mude as qualidades dos sonhos. 

Velocidade – Em poucos segundos de sonho pode-se viver muitas coisas, visitar uns cem lugares, etc.

Realização – Qualquer coisa que você não consiga fazer em sua vida, nos sonhos você pode realizar.

Emanação – É semelhante a transformação, multiplique o que você quiser. Esteja em dois corpos, ou três ou cem.

Viagem – Comece com locais que você deseja visitar. Você pode viajar para outro país, outro planeta, para onde você quiser ir, sem limites.

Vendo – Tente enxergar o que você nunca viu. Ex: ver Buda, o Cristo, o Monte Everest, etc.

Experiência – Use os sonhos para ter experiências  que você nunca teve.

Encontros – Você pode encontrar quem você quiser nos sonhos.

Se você acredita que não pode fazer algo, simplesmente você não consegue fazer. No momento que você diz que pode fazer alguma coisa, você já começou a fazer.

Trate seus sonhos com respeito e incorpore todas as experiências dos sonhos, assim como as de sua vida acordado na sua jornada evolutiva. Usar o sonho para desenvolver a liberdade de suas limitações, para ultrapassar obstáculos em sua jornada e finalmente para reconhecer sua real natureza e a verdadeira natureza dos fenômenos, é usar os sonhos com sabedoria.

 

OBSTÁCULOS

A Mãe Tantra descreve quatro obstáculos que podem ser encontrados na Yoga do Sonho.

Ilusão – Pode ocorrer quando um som externo ou imagem tira a atenção do objetivo.

O antídoto é focalizar a atenção no objetivo.

Complacência – Ela se manifesta como uma preguiça interna. 

O antídoto é visualizar uma fumaça azul, lentamente penetrando no canal central na fusão dos três canais indo na direção da garganta. Apesar de fazer isto, você deve visitar seu mestre ou um curador  e pedir um exorcismo. A Mãe Tantra diz que quando a preguiça aparece, você pode estar tendo problemas com um espírito ou com forças do ambiente.

Distração – A causa pode ser a respiração ou você pode estar agitado.

O antídoto é focalizar nas quatro dakinis, na forma de quatro sílabas que repousam nas quatro pétalas do lótus do chacra do coração.

As sílabas são: RA, amarela, na frente do corpo; LA, verde à esquerda;  SHA, vermelha nas costas; SA azul à direita.

Tente visualizar as dakinis protetoras em todas as direções.

Esquecimento – O quarto obstáculo é esquecer os seus sonhos.

A Mãe Tantra prescreve a primeira prática da noite como antídoto: focalizar a letra A vermelha na garganta. Mantenha a consciência no A enquanto você adormece, isto vai facilitar sua lembrança.

SHARDZA RINPOCHE, descreve outros quatro obstáculos: problemas com a respiração, com espíritos locais e doença.

Problemas com espíritos locais podem provocar sonhos terríveis, ou  dificuldade de lembrar os sonhos, ou dificuldades para dormir.

Existem duas maneiras de se trabalhar com os sonhos. Uma envolve encontrar o significado do sonho. Isto é bom e é o nível em que a maioria da Psicologia Ocidental trabalha. Em ambos, Ocidente e Oriente, é entendido que os sonhos podem ser uma fonte de criatividade, solução de problemas, diagnósticos de doenças, etc.

Mas o significados dos sonhos não são inerentes ao sonho, são uma projeção do sonhador. O significado não existe independentemente.

Nós precisamos de um entendimento mais profundo do que é o sonho, que experiência é esta, para verdadeiramente utilizá-lo como um caminho para a iluminação. Quando praticamos profundamente, muitos sonhos maravilhosos surgirão, rios de sinais de progresso. Mas em última instância, o significado do sonho não é importante.  É melhor não fazer uma correspondência do sonho como vindo de uma outra parte de você, que você não conhece. Isto pode soar estranho, mas a idéia do significado deve ser abandonada antes da mente encontrar a completa liberação. E fazer isto é a essência na prática do sonho.

Nós não ignoramos o uso do significado do sonho, mas é bom reconhecer que isto também é um sonho. Em vez de penetrar no significado do sonho, é importante a pura experiência. 

Esta é a mais alta prática nos sonhos, não psicológicos, mas espirituais – reconhecer, conectar e realizar a experiência fundamental.

Quando você progride neste ponto, você não é afetado se existe uma mensagem no sonho ou não. Então você estará completo, sua experiência é completa, você está livre dos condicionamentos que surgem do dualismo com as projeções da sua própria mente.

A maior parte da prática é feita enquanto o praticante está acordado, com o objetivo de influenciar o sonho.

O sonho não é diferente da vida acordada. Os traços cármicos  causam sonhos e durante os sonhos esta dinâmica ainda  tem efeitos.

Nós queremos controlar nossos sonhos, em vez de sermos controlados por eles, assim como durante o dia é melhor não ser controlado por pensamentos e emoções, mas responder às situações com consciência. 

Nós desejamos influenciar nossos sonhos. Nós desejamos ter mais claridade e integração com nossa prática, assim como desejávamos estas qualidades em todos os momentos da vida. Não existe perigo de interromper algo importante. Tudo o que interrompemos é a nossa ignorância.

PRÁTICAS SIMPLES

A prática da Yoga do Sonho pode parecer muito complexa, mas existem algumas coisas que qualquer um pode fazer para ter sucesso na Yoga do Sonho.

 

A MENTE DESPERTA

A parte do dia que passamos despertos é em torno de algumas horas e a mente está ocupada o tempo todo. 

Uma poderosa mas simples prática é tentar manter-se presente no corpo durante o dia. Sinta o corpo como um todo, a mente precisa do corpo para se estabilizar em calma e presença, o que é fundamental para todas as práticas. Por exemplo, quando olhar para uma flor, realmente olhe para a flor, esteja inteiramente presente e com o auxílio da flor traga a mente para o presente. Quando a experiência da flor for sentida através do corpo, então uma cura ocorre. Isto pode ser feito com qualquer outro objeto externo. Quando esta habilidade estiver desenvolvida, ao ver uma flor a mente não vai pensar em sua beleza ou sentir o seu perfume, só com a prática, a conexão com a pura essência da flor pode ser mantida.

 

PREPARANDO PARA A NOITE

Freqüentemente nos sentimos meio-mortos depois de um dia estafante. Então caímos na cama e nos tornamos completamente mortos. Nós nem gastamos uns poucos minutos para conectar corpo e mente.  Conectar  mente,  corpo e sentimento são uma das mais importantes coisas que podemos fazer para assegurar o progresso na  senda espiritual.

Devemos tomar um pequeno tempo para fazer isto cada noite antes de dormir. Simplesmente tome um banho, acenda um incenso, você pode se conectar com a compaixão, cultive a experiência de alegria, felicidade e gratidão, tendo pensamentos positivos e sentimentos positivos, entre no sono.

Uma sugestão é imaginar-se rodeado por seres protetores, particularmente pelas dakinis.

Se você sente que os quatro estágios da prática são muito complicados, focalize só no chacra da garganta, imaginado um A vermelho, depois de suas preces.

Se imaginar o A é também complexo então só sinta seu corpo inteiro e conecte-se com a presença da compaixão.

Fazer a higiene da noite é importante para um sonho melhor, talvez você queira escrever em sua escova de dentes: “depois disto, lave sua mente”.

Você pode também trabalhar a respiração  enquanto dorme.

É comum as pessoas terem dificuldades de relaxar e sentir compaixão ou amor quando vão dormir. Se você está  nesta situação, use sua imaginação criativa. Imagine-se descansando numa praia, ou passeando numa montanha, respirando seu ar puro. Imagine coisas que vão relaxá-lo. Mesmo a prática mais simples será de grande ajuda.

 

INTEGRAÇÃO

A prática do sonho não é só para o crescimento pessoal ou para ter experiências interessantes. Ela é parte do caminho espiritual e seus resultados deveriam atingir todos os aspectos, mudando a identidade do praticante e a sua relação com o mundo. 

Existem quatro etapas sucessivas de integração na prática do sono: visão, sonho, bardo e clara luz. 

Visão aqui significa todas as experiências da vida acordada. A visão é integrada no sonho quando toda experiência e fenômeno são entendidos como sendo um sonho. Isto não deve ser um entendimento intelectual, mas uma experiência vivida e lúcida.

A lucidez e flexibilidade da mente, se desenvolvida no sonho, é também a integração com o estado intermediário do bardo, depois da morte.

A experiência da morte é muito semelhante a do sonho. 

O bardo deve ser integrado com a Clara Luz. Isto é permanecer na Clara Luz, a união do vazio com a consciência pura. A habilidade de se fazer isto é também o estágio final da prática do sonho, quando finalmente o praticante se integra totalmente com a Clara Luz, os sonhos param.

Aplique a prática do sonho sem interrupção e os resultados vão se manifestar em todas as dimensões da vida.

DORMIR E CAIR NO SONO

O processo normal de dormir ocorre quando a consciência se dissolve na escuridão. A inconsciência dura até o sonho chegar. Estados alternados de inconsciência e sonho ocorrem durante a noite.

TRÊS TIPOS DE SONO

1. Sono da Ignorância – Nós o chamamos de sono profundo, é uma grande escuridão. A ignorância inata é a primeira causa do sono. 

2. Sono Sansârico – O  segundo tipo de sono é o sansârico, é o sono dos sonhos, são chamados da “grande ilusão” porque parecem intermináveis. É como ir ao centro de uma grande cidade, onde várias coisas acontecem ao mesmo tempo. Esta segunda causa é baseada em apego e aversão. 

3. Sono da Clara Luz – É também chamado de sono da claridade. Ele ocorre quando o corpo está dormindo mas o praticante não está perdido na escuridão e permanece na pura consciência.

A ignorância é comparada a um quarto escuro no qual você dorme. A consciência é a lâmpada deste quarto.

A DAKINI SALGYE DU DALMA

 

A Mãe Tantra  ensina que existe uma dakini que proteje e guarda o sono sagrado. É de grande ajuda fazer uma conecção com sua essência, que é também a natureza do praticante. 

Assim ela pode guiar e abençoar a transição da inconsciência  para a consciência. Seu nome é SALGYE DU DALMA  (aquela que ilumina além da concepção). Ela é a mais alta luminosidade dentro do sono normal. 

Ela pode ser visualizada como uma esfera de luz (um Tiglé).

Quando desenvolvemos uma relação com Salgye Du Dalma nos conectamos com a nossa mais profunda natureza. Nós podemos fazer isto lembrando dela o mais que pudermos durante o dia, ela pode ser visualizada como pura luz branca. Seu corpo translúcido é feito inteiramente de luz, em sua mão direita ela segura uma faca curvada e em sua mão esquerda uma tigela feita do topo de um crânio. Ela habita o centro do coração, sentada em uma meia lua que descansa num disco de sol dourado, tendo ao seu redor um lindo lótus azul de quatro pétalas.

Como na yoga do Guru, imagine que você está se dissolvendo nela, fundindo sua essência com a dela. 

Aonde você vá  ela estará com você, residindo no seu coração. Quando você comer ofereça comida a ela, você pode falar com ela. 

Você vai se tornando um com a dakini. Isto não significa assumir sua forma, isto significa manter a verdadeira natureza da mente, sendo rigpa em todos os momentos.

Manter uma luz azul mais fraca acesa durante a noite, não só ajuda a manter-se alerta, mas também representa a dakini, Salgye Du Dalma. Esta luz pode ser a ponte entre o mundo conceptual e o não conceptual, diretamente experimentado como a não forma.

 

PRÁTICAS DO SONO

Deite na posição do leão, homens do lado direito e mulheres do lado esquerdo. Visualize um lótus azul de quatro pétalas no centro do coração. No centro do lótus está a dakini, Salgye Du Dalma visualize sua essência como luminosa, uma esfera de luz como um cristal perfeito (um Tiglé). O Tiglé claro e sem cor, por si só reflete o azul das pétalas do lótus e se transforma num azul brilhante.

Peça a dakini que você quer o sono da Clara Luz, em vez do sono da ignorância. Faça esta prece muitas e muitas vezes.

TIGLÉ  - Tiglé tem muitas definições diferentes, cada uma apropriada para diferentes contextos. No contexto da prática ele é uma pequena esfera de luz que representa qualidades particulares de consciência ou, no caso do Tiglé central, representa a pura natureza da mente. 

As cores do Tiglé não são por acaso, elas representam qualidades da consciência.

A libertação da ignorância e sofrimento ocorre quando reconhecemos nossa verdadeira natureza. Este reconhecimento não é conceptual, ele é fundamentalmente a natureza da mente rigpa.

A nossa meta principal é distinguir, na prática, entre a mente conceptual e a pura consciência da natureza da mente.

 

Resumo das Práticas da yoga do sonho

As quatro práticas fundamentais:

Mudando os traços cármicos  - Durante o dia, continuamente permanecer na consciência que toda a experiência é um sonho.Enfrente todas as coisas e objetos como um sonho, todos os eventos como eventos de um sonho, todas as pessoas como pessoas de um sonho. Veja seu próprio corpo como um corpo de ilusão transparente.

Imagine que você está num sonho lúcido durante todo o dia. Não permita que esta prática se transforme numa repetição vazia. A todo o momento diga para si mesmo: “Isto é um sonho que cada vez se torna mais lúcido, envolve meu corpo e meus sentidos para tornar-se mais presente”.

Removendo apego e aversão -  Enfrente todas as coisas que criam desejo e apego como ilusórios, vazios, como um fenômeno de um sonho luminoso. Reconheça suas reações como fenômenos de um sonho. Todas as emoções, julgamentos e preferências são como um sonho. Você pode ter certeza de que está fazendo isto corretamente se imediatamente após lembrar que sua reação é um sonho, o desejo e aversão desaparecem.

Reforçando a intenção – Antes de dormir, faça uma revisão do dia e reflita como foi a sua prática. Deixe as lembranças do dia virem e as reconheça como lembranças do sonho. Faça uma forte intenção de estar consciente nos sonhos desta noite. Coloque seu coração inteiro  nesta intenção e ore fortemente pelo sucesso.

Cultivando a memória e o esforço prazeiroso – Comece o dia com a intenção forte de manter a prática. Reveja a noite, fique feliz se você teve sonhos lúcidos. Reforce sua intenção de estar lúcido em seus sonhos. A qualquer momento durante o dia é bom rezar para ter sucesso em sua prática. Faça uma intenção o mais forte possível. Esta é a chave de dormir.

 

Práticas preparatórias para antes de dormir

Nove respirações para purificação.

Sente na postura de meditação antes de dormir e faça as nove respirações de purificação.

Guru Yoga

Pratique a Yoga do Guru. Com grande devoção, una sua mente com a pura consciência do mestre, que é a consciência primordial, sua verdadeira natureza.

Proteção 

Deite na postura correta: homens do lado direito, mulheres do lado esquerdo. Visualize dakinis rodeando e protegendo você. Use a imaginação para transformar o quarto num santuário de proteção. Respire suavemente e acalme sua mente, observe se você está relaxado e presente, não entre em histórias e fantasias. Faça uma forte intenção para ter sonhos vívidos e claros, para lembrar dos sonhos e reconhecer o sonho como um sonho enquanto você está sonhando.

As práticas principais 

Trazendo a consciência para o canal central: Focalize na garganta, no puro, cristalino e translúcido A que é tingido de vermelho vindo do lótus, sobre as quais está repousando. Mergulhe na luz vermelha.

Aumentando a claridade

Depois de aproximadamente duas horas, acorde. Deite de costas sobre um travesseiro alto com suas pernas confortavelmente cruzadas. Focalize a sílaba preta HUNG no chacra do coração. Respire profundamente vinte e uma vezes. Mergulhe na sílaba preta HUNG e volte a dormir.

Desenvolvendo a coragem

Duas horas depois, acorde novamente. Nenhuma postura de respiração é necessária. Focalize um preto e luminoso Tiglé no chacra secreto debaixo dos genitais. Durma enquanto estiver mergulhado na luz negra.

Depois de cada despertar, tente estar presente com a prática. Pela manhã no despertar final da noite, imediatamente fique presente. Reveja a noite e continue com a prática durante o dia. Complementando é útil ter um tempo de prática de concentração durante o dia. Isto o ajudará a manter a mente quieta e focada  e irá beneficiar as outras práticas. 

O ponto mais importante da preparação da prática principal é  manter-se presente o mais que puder, durante o dia e a noite. 

Esta é a essência das duas práticas do sonho e do sono yoga.

 

ATENÇÃO SONHADOR 

Gislaine M. D`Assumpção

Sonhar é um processo de despertar, de obter controle.

Na medida em que conseguimos maior controle sobre nossos sonhos, também aumentamos o controle sobre nossa atenção sonhadora.

A atenção sonhadora entra em ação ao ser chamada, quando recebe um objetivo. E isto é parecido com acordar.

Exercitar a atenção sonhadora é concentrá-la nos itens do sonho. Exercitá-la é o ponto essencial no sonhar.

Segundo Don Juan, a energia necessária para liberar a atenção sonhadora de sua prisão socializante (dos nossos condicionamentos) vem da redistribuição de nossa energia existente. Não temos como buscar energia numa fonte externa para reforçar nossa energia; o que temos a fazer é redistribuir nossa energia através de qualquer meio disponível.

Assim, para conseguir redistribuir nossa energia, o meio mais eficaz é “perder a auto-importância”. A maior parte de nossa energia vai para o sustento de nossa importância.

É infinita a nossa preocupação com a apresentação do Eu. Ao liberarmos nossa energia da tentativa de manter a idéia ilusória de grandeza, daríamos a nós mesmos energia suficiente para vislumbrar a grandeza real do universo.

 PONTO DE AGLUTINAÇÃO

 É um ponto esférico de brilho intenso do tamanho de uma bola de tênis, localizada na altura das omoplatas. É um núcleo de luz e ao redor dele existe um halo, um brilho.

A consciência e a percepção estão ligadas ao ponto de aglutinação e ao brilho que o rodeia.

Tudo na arte do sonhar e no controle dos sonhos está ligado ao ponto de aglutinação.

Ponto de Aglutinação

A razão é apenas um subproduto do posicionamento habitual do ponto de aglutinação. Assim, saber o que está acontecendo, ter a mente sadia, ter os pés no chão, são resultados da fixação do ponto de aglutinação em lugar habitual. Quanto mais rígido e estacionário, maior nosso sentimento de autoconfiança, maior nosso sentimento de conhecer o mundo, de poder prever.

A humanidade, por não saber que o ponto de aglutinação existe, é obrigada a tomar o subproduto de seu posicionamento habitual como algo definitivo e indiscutível.

 PONTO DE AGLUTINAÇÃO

 A percepção humana é universalmente homogênea porque o ponto de aglutinação de toda a raça humana é fixado no mesmo local.

 O poder que o mundo cotidiano tem sobre nós deve-se ao fato do nosso ponto de aglutinação estar imobilizado em ser posicionamento habitual. É essa imobilidade que torna nossa percepção do mundo tão envolvente e poderoso a ponto de não podermos escapar dele.

 Veja o que acontece conosco no mundo da vida cotidiana: estamos aqui, e a fixação do ponto de aglutinação é tão poderosa que nos fez esquecer de onde é o objetivo de estarmos aqui.

 O SONHAR E PONTO DE AGLUTINAÇÃO

 O ponto de aglutinação se desloca facilmente durante o sono e os sonhos estão totalmente associados a esse deslocamento. Quanto maior deslocamento, mais incomum é o sonho e vice-versa.

Sonhar é uma arte sofisticada. É a arte de deslocar à vontade o ponto de aglutinação com objetivo de ampliar o âmbito do que pode ser percebido. Isto é, ampliar a nossa consciência.

O sonho é uma abertura para outras esferas de percepção.

Sonhar nos dá fluidez para entrar em outros universos.

Ponto de Aglutinação

Sonhar é uma jornada de dimensões impensáveis, uma jornada que, depois de nos fazer perceber tudo que podemos perceber humanamente, faz com que o ponto de aglutinação salte para fora do domínio humano e perceba o inconcebível.

O sonhar exige toda a energia disponível. Se houver preocupação profunda em sua vida, não existe possibilidade de sonhar.

Estar preocupado significa que todas as nossas fontes de energia foram utilizadas.

 INTENTAR

  Intentar é uma predisposição, um desejo de conseguir algo.

 O intento é um tema para o corpo energético e não para o raciocínio.

 O único modo de intentar é concentrando sem intento naquilo que você deseja intentar.

 O objetivo do sonhar é intentar que o seu corpo energético torne-se consciente de que você está caindo no sono. Deixe seu corpo energético fazê-lo. Intentar é desejar sem desejar, fazer sem fazer. É soltar-se.

 Intentar exige imaginação, disciplina e objetivo.

 Significa que obtém um conhecimento inquestionavelmente corporal de que é um sonhador. Sente-se que é um sonhador com todas as células do corpo. (Sonhar que está olhando as mãos).

RECAPITULAÇÃO DA VIDA

 “Nunca termina mesmo que já a tenhamos feito”. O motivo das pessoas não terem vontade própria nos sonhos é nunca terem recapitulado; e suas vidas ficam cheias até à borda de emoções como lembranças, esperanças, medos, etc.

Recapitular e sonhar andam lado a lado. À medida que regurgitamos (ruminamos) nossas vidas nós ficamos mais e mais leves.

Recapitular é então, reviver a totalidade das experiências de vida lembrando-se de cada detalhe possível. É fator essencial na redefinição e reestruturação da energia do sonhador.

A recapitulação liberta a energia aprisionada dentro de nós, e sem essa energia liberada o sonhar não é possível.

A recapitulação de um evento começa com a mente arrumando tudo que tem a ver com o que está sendo recapitulado. Arrumar significa reconstruir o evento, peça por peça, começando pela lembrança dos detalhes físicos ao redor e, em seguida, passando à pessoa com quem partilhamos a intenção e, depois, para nós mesmos para o exame de nossos sentimentos.

 

O SONHAR E A LIBERDADE

 O sonhar é a liberdade de perceber mundos além da imaginação.

 “Liberdade é uma aventura sem fim, onde arriscamos nossas vidas e muito mais por alguns momentos e alguma coisa dos mundos, além dos pensamentos e dos sentimentos”.

 A busca da liberdade é a única força. Liberdade de voar até aquele infinito lá fora. Liberdade para se dissolver; para ser como a chama da vela que mesmo diante de um bilhão de estrelas, permanece intacta, porque jamais pretendeu ser mais do que é: uma simples vela.

SONHOS LÚCIDOS

STHEPHEN LABERGE

 

ACORDADOS NOS SONHOS

O    SONO  LÚCIDO   TEM  UM    POTENCIAL    CONSIDERÁVEL NA

 PROMOÇÃO   DO CRESCIMENTO   E   DO      DESENVOLVIMENTO 

PESSOAL:  

- NO  AUMENTO DA CONFIANÇA.  

- NA  TOMADA DE DECISÕES. 

- NA MELHORIA DA SAÚDE MENTAL   E FÍSICA . 

- NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS.  

- NO AUTOCONTROLE.

- QUEM QUISER SE DESENVOLVER PRECISA SONHAR.

 

PELO MENOS DESDE O   SÉCULO VIII   OS   BUDISTAS TIBETANOS  

DÃO VALOR ESPECIAL AO  SONHO   LÚCIDO   COMO  MEIO     DE 

CHEGAR  À DESCOBERTA DA PRÓPRIA PESSOA.

COMO RESULTADO DE PRATICAR SONHAR    LUCIDAMENTE; O 

QUE SENTIMOS NA VIDA REAL FICA MAIS VÍVIDO E VARIADO.

 ESSE TIPO DE PERCEPÇÃO BASEADA NA PRÁTICA  DE   SONHAR 

PODE AJUDAR A CRIAR UM EQUILÍBRIO INTERIOR, QUE ILUMINA  FACETAS DA   MENTE  QUE  ANTES  ESTAVAM INVISÍVEIS   E  CLAREIA O  CAMINHO PARA  QUE     POSSAMOS EXPLORAR   DIMENSÕES   SEMPRE    NOVAS   DA  REALIDADE.

 

AS ORIGENS E A HISTÓRIA DOS SONHOS LÚCIDOS

O YOGUE  APRENDE POR EXPERIÊNCIA  VERDADEIRA,  QUE O CARÁTER DE QUALQUER  SONHO   PODE   SER MUDADO   OU   TRANSFORMADO APENAS PELO DESEJO DE QUE ISSO ACONTEÇA.

FREUD ACRESCENTOU  QUE: “  HÁ ALGUMAS    PESSOAS  QUE

FICAM MUITO BEM ACORDADAS DURANTE A NOITE, QUANDO ESTÃO 

ADORMECIDAS E SONHANDO,  E   QUE    PARECEM,   POIS,   TER   A  

FACULDADE DE DIRIGIR CONSCIENTEMENTE OS PRÓPRIOS SONHOS”.

SONHO DE LABERGE:

NO DIA 9 DE SETEMBRO DE 1904 SONHEI  QUE    ESTAVA   EM  PÉ  AO 

LADO DE UMA MESA PERTO DA JANELA. NA MESA HAVIA DIVERSOS 

OBJETOS.   EU   ESTAVA  PERFEITAMENTE   CONSCIENTE   DE   ESTAR 

DORMINDO E PASSEI A FAZER CONSIDERAÇÕES   SOBRE   O   TIPO DE 

EXPERIÊNCIAS    QUE   PODERIA    FAZER. COMECEI    PROCURANDO 

QUEBRAR VIDRO, BATENDO NELE  COM  UMA  PEDRA. PUS UM COPO 

DE VIDRO ENTRE DUAS PEDRAS E BATI NELE COM OUTRA PEDRA. 

MESMO ASSIM NÃO SE QUEBROU.

 

SONHAR: FUNÇÃO E SIGNIFICADO

FREUD ACREDITAVA QUE A FUNÇÃO DE SONHAR ERA PERMITIR    A 

DESCARGA DE IMPULSOS REPRIMIDOS DE FORMA A RESGUARDAR O SONO E QUE A FORÇA INSTIGADORA QUE CAUSAVA  A OCORRÊNCIA DOS SONHOS ERA SEMPRE UM DESEJO  INSTINTIVO   INCONSCIENTE. 

ELE CONSIDERAVA QUE ESSES DESEJOS INCONSCIENTES TINHAM 

NATUREZA PREDOMINANTEMENTE SEXUAL.

NUM ARTIGO   PUBLICADO   NA   AMERICAN JOURNAL  OF PSCHIATRY,  INTITULADO  “ O CÉREBRO É UM GERADOR DO ESTADO DE SONHO: UMA HIPÓTESE DE SÍNTESE DE ATIVAÇÃO DO PROCESSO DE SONHO”, SUGERIRAM QUE A OCORRÊNCIA DO SONO  EM  QUE  SE SONHA É   DETERMINADA   FISIOLOGICAMENTE NO TRONCO CEREBRAL.

OS AUTORES FRISAM QUE:   A  FORÇA MOTIVADORA   PRIMÁRIA DE SONHAR NÃO É PSICOLÓGICA:   É FISIOLÓGICA, VISTO QUE A  HORA DA OCORRÊNCIA E A DURAÇÃO DO SONO   DE   SONHOS   SÃO   BEM CONSTANTES. OS DOIS AUTORES ACHAM QUE O ANSEIO DE SONHAR NÃO SÓ É AUTOMÁTICO    E PERIÓDICO COMO APARENTEMENTE DETERMINADO METABOLICAMENTE.

MOTIVAÇÃO E EXPECTATIVAS

MOTIVAÇÃO    É O QUE  NOS FAZ AGIR. NO NÍVEL MAIS BAIXO HÁ URGÊNCIAS    QUE,  POR   EXEMPLO,  NOS  MOTIVAM NO SONHO A SONHAR   QUE   ESTAMOS   FAZENDO UMA VISITA AO BANHEIRO, QUANDO PRECISAMOS.

DESEJOS, QUE PODEM NOS LEVAR A   NOS   VER NA   CAMA  COM A NOSSA ATRIZ DE CINEMA PREFERIDA.

EXPECTATIVAS  - IDÉIAS OU METAS.

 

ENQUANTO AS  EXPECTATIVAS  SÃO CARACTERÍSTICAS DO NÍVEL HABITUAL DO NOSSO COMPORTAMENTO, OS IDEAIS, POR SUA PRÓPRIA NATUREZA SÃO DELIBERADOS. POR ISSO, SÓ NOS SONHOS LÚCIDOS CONSEGUIMOS AGIR   PLENAMENTE   DE   ACORDO   COM   OS   NOSSOS   IDEAIS.

O  CONJUNTO   GERAL    DAS EXPECTATIVAS   QUE   GUIAM   AS SENSAÇÕES COMUNS QUE TEMOS QUANDO ACORDADOS TAMBÉM REGE O NOSSO ESTADO DE SONHO COMUM.

ENTRADA NO ESTADO DOS SONHOS LÚCIDOS

O SONHO LÚCIDO PODE COMEÇAR DE DUAS MANEIRAS GERAIS:

     -    PARTINDO DO ESTADO DE SONHO, ENQUANTO A PESSOA ESTÁ

           SONHANDO  E É ACRESCENTADA A PERCEPÇÃO. 

- A SEGUNDA MANEIRA É A PESSOA AO ADORMECER ENTRAR NUM ESTADO DE LUCIDEZ. 

 

PARECE QUE O SÍMBOLO  DE SONHO MAIS COMUM QUE SURGE NA INICIAÇÃO A LUCIDEZ É A LUZ. 

A LUZ É UM SÍMBOLO MUITO NATURAL PARA A PERCEPÇÃO CONSCIENTE.

 

EXISTEM 3 MODOS PRINCIPAIS QUE OS SONHADORES USAM PARA 

RECONHECER QUE ESTÃO SONHANDO: 

       -   A PERCEPÇÃO  DAS INCOERÊNCIAS, 

- A EXCITAÇÃO EMOCIONAL 

- UMA ESPÉCIE DE PERCEPÇÃO DIRETA DA NATUREZA DE SONHO DA EXPERIÊNCIA  POR QUE PASSOU.

 

TÉCNICA DE RODOPIAR:

DESENVOLVIDA POR STEPHEN LABERGE PARA IMPEDIR O DESPERTAR E PROVOCAR NOVAS CENAS DE SONHOS LÚCIDOS À VONTADE.

 

A TÉCNICA É MUITO SIMPLES. LOGO QUE, NO SONHO LÚCIDO, A MINHA VISÃO COMEÇA A SUMIR, CAIO DE COSTAS OU RODOPIO COMO PIÃO (COM MEU CORPO DE SONHO É CLARO). PARA QUE O MÉTODO FUNCIONE É IMPORTANTE TER UM SENTIDO VÍVIDO DE MOVIMENTO.

O MÉTODO É MUITO EFICIENTE.

 

SONHAR LUCIDAMENTE

DA  MESMA   FORMA   QUE  PENSAR   CONSCIENTEMENTE, SONHAR

LUCIDAMENTE É UMA CAPACIDADE QUE PODE SER ADQUIRIDA OU MELHORADA COM TREINO.

EXISTEM DOIS REQUISITOS ESSENCIAIS PARA APRENDER A SONHAR 

LUCIDAMENTE: MOTIVAÇÃO E BOA MEMÓRIA E A MOTIVAÇÃO É UM 

DOS DETERMINANTES  MAIS  IMPORTANTES. 

APRENDENDO A SONHAR LUCIDAMENTE

SEGUNDO THOLEY, O MÉTODO MAIS EFICIENTE DE VOCÊ CHEGAR À  LUCIDEZ É DESENVOLVER UMA “ATITUDE REFLEXIVA-CRÍTICA” EM 

RELAÇÃO AO PRÓPRIO ESTADO DE PERCEPÇÃO CONSCIENTE, PERGUNTANDO A SI MESMO SE ESTÁ OU NÃO SONHANDO ENQUANTO ESTÁ ACORDADO.

REALÇA A IMPORTÂNCIA DE FAZER A PERGUNTA CRÍTICA   (“ESTOU SONHANDO OU NÃO?”)     COM MAIOR FREQÜÊNCIA POSSÍVEL, NO MÍNIMO CINCO OU SEIS VEZES POR DIA. TAMBÉM É ACONSELHÁVEL FAZER ESSA PERGUNTA NA HORA DE DORMIR E NO INÍCIO DO SONO.     THOLEY CONTA QUE, SEGUINDO ESSA TÉCNICA, A MAIORIA DAS PESSOAS TEM O PRIMEIRO SONHO LÚCIDO DENTRO DE UM MÊS,  ALGUMAS  CONSEGUEM ISSO  LOGO NA PRIMEIRA NOITE.

THARTHANG TULKU,   LAMA  TIBETANO   DESCREVE  UM   OUTRO PROCESSO    SEMELHANTE:  

DEPOIS   DE  SE    DESCONTRAIR PROFUNDAMENTE, LOGO ANTES DE DORMIR, VOCÊ TEM DE VISUALIZAR NA GARGANTA UMA FLOR DE LÓTUS BONITA

E SUAVE. 

O LÓTUS TEM PÉTALAS ROSA-CLARO E O INTERIOR CURVADO PARA DENTRO, E NO CENTRO   DESSE  LÓTUS  HÁ  UMA CHAMA LARANJA AVERMELHADA

QUE É CLARA NAS  BORDAS   E   VAI FICANDO MAIS ESCURA NO CENTRO. 

OLHANDO COM   MUITA SUAVIDADE, CONCENTRE-SE NA PARTE MAIS ALTA DA CHAMA E CONTINUE A VISUALIZÁ-LA O MAIS LONGAMENTE POSSÍVEL.

THULKU EXPLICA QUE A   CHAMA  REPRESENTA  PERCEPÇÃO E   O LÓTUS INDICA O DESPERTAR DA PERCEPÇÃO DO   EU.   ENQUANTO CONTINUA

COM A VISUALIZAÇÃO, VOCÊ TEM DE OBSERVAR COMO SEUS PENSAMENTOS APARECEM, OBSERVAR A INTERAÇÃO DELES COM A IMAGEM DO LÓTUS

 E VER   COMO   ESTÃO   LIGADOS   COM O PASSADO, COM O PRESENTE E COM O FUTURO.

VOCÊ “SÓ TEM DE OBSERVAR” QUALQUER   IMAGEM QUE LHE CHEGAR À MENTE, MAS CONTINUE A SE CONCENTRAR NA IMAGEM DO LÓTUS. 

DESSA FORMA, “ENQUANTO O FIO DA VISUALIZAÇÃO PERMANECER  INTACTO, CONDUZIRÁ AO SONHO”.

INDUÇÃO MNEMÔNICA DOS SONHOS

1 – NO COMEÇO DA MANHÃ, AO ACORDAR ESPONTANEAMENTE  DE UM SONHO, REPASSE VÁRIAS VEZES, ATÉ DECORÁ-LO.

2 – DEPOIS, ENQUANTO ESTIVER DEITADO NA CAMA E VOLTANDO A  DORMIR,  DIGA  A  SI   MESMO   “NA PRÓXIMA  VEZ  QUE  ESTIVER

 SONHANDO  QUERO  ME  LEMBRAR   DE   RECONHECER  QUE ESTOU SONHANDO”.

 

3 – VISUALIZE-SE VOLTANDO AO SONHO QUE ACABOU DE ENSAIAR:  

SÓ  QUE DESSA VEZ, VEJA-SE   PERCEBENDO   QUE  ESTÁ,   DE   FATO, SONHANDO.

4 – REPITA O SEGUNDO E O TERCEIRO PASSO ATÉ SENTIR QUE A SUA  INTENÇÃO FICOU CLARAMENTE FIXADA OU ATÉ CAIR NO SONO.

SONHO, ILUSÃO, REALIDADE

“NAS ERAS DO INÍCIO RUDE DA CULTURA”, ESCREVEU NIETZCHE, “O HOMEM   ACREDITOU ESTAR DESCOBRINDO UM   SEGUNDO MUNDO 

REAL NO SONHO E AÍ ESTÁ A ORIGEM DE TODA A METAFÍSICA. SEM SONHOS   A    HUMANIDADE   JAMAIS   TERIA   TIDO      OCASIÃO  DE 

INVENTAR UMA TAL DIVISÃO DO MUNDO.

-  DISTINGUIR UM SONHO DE REALIDADE NÃO É NADA FÁCIL. NEM A EVOLUÇÃO   BIOLÓGICA  NEM  A  CULTURA PREPARAM VOCÊ EM 

GRAU    SUFICIENTEMENTE   AMPLO  PARA ESSA  TAREFA    EM PARTICULAR.

 -  DISTINGUIR   UM   ESTADO   DE   CONSCIÊNCIA  DE    OUTRO   É  UMA TÉCNICA COGNITIVA APRENDIDA  EXATAMENTE DO MESMO 

MODO QUE,  QUANDO    CRIANÇA, VOCÊ APRENDEU A ENTENDER A MISTURA  DE   SONS  QUE   SE   TRANSFORMOU   NA   SUA   LÍNGUA-MÃE: PELA PRÁTICA. 

SONHOS MÚTUOS

SÃO AS SENSAÇÕES  DESCONCERTANTES EM QUE DUAS  OU   MAIS PESSOAS  DIZEM   TER   TIDO    SONHOS    SEMELHANTES,   SENÃO 

IDÊNTICOS.

 EM  ALGUNS DESSES  CASOS AS  DESCRIÇÕES SÃO TÃO SEMELHANTES QUE QUASE SOMOS IMPELIDOS A CONCLUIR QUE AS PESSOAS QUE COMPARTILHAM O SONHO ESTIVERAM PRESENTES NO MESMO AMBIENTE DE SONHO.

TENHO APRENDIDO QUE O  CARÁTER DE  QUALQUER SONHO PODE SER MUDADO OU TRANSFORMADO, O SONHADOR LÚCIDO, DÁ UM PASSO ADIANTE...

E APRENDE QUE NO ESTADO DE SONHO A FORMA E TODO O CONTEÚDO MÚLTIPLO DOS SONHOS SÃO MEROS BRINQUEDOS DA MENTE E, POR ISSO, 

INSTÁVEIS COMO UMA MIRAGEM.

EPÍLOGO:

VIVOS NA VIDA UM DIA PEDIRAM A IDIES SHAH, O EXPOENTE COMTEPORRÂNEO DO SUFISMO,  QUE  CITASSE   “UM ERRO BÁSICO” QUE A MAIORIA DAS

 PESSOAS  COMETEM.  RESPONDEU:   

“É  A  PESSOA  PENSAR  QUE  ESTÁ VIVA, QUANDO SIMPLESMENTE CAIU  NO  SONO NA SALA   DE ESPERA DA VIDA”.

BETRAND  RUSSEL CHEGA  A   UMA  CONCLUSÃO MUITO PARECIDA COM ESSA,   SEGUINDO  UM  CAMINHO   DIFERENTE:  “SE É PARA ACREDITAR NA

FÍSICA MODERNA, OS SONHOS QUE DENOMINAMOS PERCEPÇÕES ACORDADAS SÓ TÊM UM POUCO MAIS DE SEMELHANÇA COM   A   REALIDADE  

OBJETIVA DO QUE OS SONHOS  FANTÁSTICOS DO SONO”.

COMO VOCÊ SABE QUE ESTÁ ACORDADO NESTE MOMENTO?

LABERGE, STHEPHEN    

SONHOS LÚCIDOS – SÃO PAULO – SICILIANO 1990

 

O MUNDO MÁGICO DOS SONHOS

MÁRIO MERCIER

PALESTRA DRA. GISLAINE MARIA D’ASSUMPÇÃO

 

SONHO

É UMA CONSCIÊNCIA SUPERIOR QUE SE MANIFESTA EM NÓS EM VÁRIAS DIMENSÕES.

RESGATE

O HOMEM DEVE REENCONTRAR SUA FUNÇÃO INICIAL DE MEDIADOR DAS FORÇAS DO CÉU E DA TERRA, TAL COMO SE EXPRESSAM NOS SONHOS.

O UNIVERSO É POVOADO DE FORÇAS INVISÍVEIS, MISTERIOSAS, RICAS E PODEROSAS, DAS QUAIS É PRECISO OBTER AS BOAS GRAÇAS A SEREM CAPTADAS PELO SONHO.

MAOMÉ

DEUS É O PRIMEIRO A PROPORCIONAR SONHOS.

É A FONTE IMUTÁVEL DE TODAS AS MANIFESTAÇÕES ONÍRICAS.

MORTE MAOMÉ

NO DIA DA MORTE, ELE DISSE: “DO PROFETISMO SOBROU APENAS O BOM SONHO, O HOMEM JUSTO O ENXERGA OU SE FAZ ENXERGAR POR ELE”.

 

A ONIROMANCIA TORNOU-SE UM DOS MAIS DIFUNDIDOS MÉTODOS DE DIÁLOGOS ESPIRITUAIS.

• FOI CONSIDERADO UM RAMO DAS CIÊNCIAS MATERIAIS. SEUS ADEPTOS  ERAM COLOCADOS NA MESMA CATEGORIA DOS PROFETAS.

 

SONHO DE MAOMÉ

ARCANJO GABRIEL APARECEU PORTANDO UMA CAPA DE SEDA SOBRE A QUAL HAVIA ALGUMA COISA ESCRITA.

 

ISLÃ

PARA ELES EXISTE UM ANJO DO SONHO:

SEU NOME: SADIQÛN

 

SONHO NO ISLÃ

O ADEPTO RECEBE, EM SONHO, ORDENS SUPERIORES, QUE O FORÇAM A AGIR.

O SONHO SE REVELA COMO PROPULSOR DA AÇÃO SAGRADA.

 

JUDEUS

O SONHO SEXUAL DEMONSTRA A PRESENÇA DE ENTIDADES MALIGNAS.

 

MESOPOTÂMIA

O MUNDO DO SONHO ERA ÀS VEZES O MUNDO DOS MORTOS, QUE PERMITIA COMUNICAR-SE COM ELES.

 

MITOLOGIA

HIPNOS, DEUS DO SONO, É O IRMÃO GÊMEO DE TANATOS, DEUS DA MORTE.

 

SONHOS

O SONHO É UMA PORTA QUE SE ABRE PARA UM UNIVERSO DE GIGANTESCAS PROPORÇÕES. A CHAVE É A SUA INTERPRETAÇÃO.

OS GUARDIÕES DOS MUNDOS INVISÍVEIS PERMITEM AO SONHADOR ABERTO À SUA DIMENSÃO O ACESSO A PLANOS DE CONSCIÊNCIA SUPERIOR.

 

MAGIA

A CONCEPÇÃO DO SONHO, ENTRE OS POVOS PRIMITIVOS, É ESSENCIALMENTE MÁGICA.

 

SONHO

É DEVIDO NÃO APENAS A UMA VIBRAÇÃO DA ALMA, MAS À SAÍDA DO CORPO SUTIL, QUE PERMITE AO SONHADOR ENTRAR EM CONTATO COM OS

MUNDOS PARALELOS.

 

POVOS PRIMITIVOS

DOS SONHOS, ELES APRENDEM NÃO APENAS UMA GRANDE PARTE DE SEU CONHECIMENTO MÁGICO, COMO TAMBÉM UM CONHECIMENTO MEDICINAL.

 

POVOS PRIMITIVOS

O SONHO É A VOZ DOS ANTEPASSADOS, DOS ESPÍRITOS.

CONSIDERAM O MUNDO DOS SONHOS MAIS VERDADEIRO DO QUE O MUNDO MATERIAL.

 

SONHOS X ÁGUA

MUITOS SONHOS INICIATÓRIOS FORAM TIDOS POR PESSOAS QUE DORMIAM PERTO DA ÁGUA.

 

SONHOS COM ÁGUA

FORÇA PASSIONAL  QUE LIGA O CÉU E A TERRA, A CASCATA NOS SONHOS COM ÁGUA  É  VEÍCULO DE ENERGIA CELESTE.

 

ANIMAIS NO SONHO

REPRESENTAM NÃO APENAS UM GRAU DE ENERGIA, UMA QUALIDADE DO SONHADOR, COMO TAMBÉM A EXPRESSÃO DE SUA ESSÊNCIA ESPIRITUAL.

 

SONHO COM ANIMAIS

É FREQUENTEMENTE A MANIFESTAÇÃO DE UM ESPÍRITO, QUE VEM NOS PREVINIR DE UM PERIGO OU TRANSMITIR UM PODER MÁGICO.

 

PÁSSAROS

SÃO MENSAGEIROS DAS FORÇAS DIVINAS.

 

PENA

SÃO MATERIALIZAÇÕES DAS FORÇAS DO FOGO E DA LUZ.

ÍNDIOS AMERICANOS: PENAS SÃO UM GRANDE PODER MÁGICO.

 

SONHOS SAGRADOS

RECOMENDAÇÕES DE AGRIPPA:

• JEJUM

• LEITO PURO-BRANCO, CONSAGRADO.

• PERFUME

• IMAGEM DAS FORÇAS SUPERIORES

• SANTA ORAÇÃO.

 

SONHOS LITERAIS

• SONHOS INICIATÓRIOS

• SONHOS REVELADORES

• SONHOS TELEPÁTICOS

• PREMONITÓRIOS OU PROFÉTICOS

 

O SONHO É UM AMPLIFICADOR DE CONSCIÊNCIA.

 

CURA EM SONHOS

A RESSUREIÇÃO DE UMA MEDICINA ONÍRICA, CORRELACIONADA A CONSELHOS AOS PACIENTES ADORMECIDOS, PODE ABRIR NOVOS

HORIZONTES À MEDICINA, DANDO-LHE A DIMENSÃO QUE LHE FALTA.

 

EDGAR CAYCE

VIDENTE E CURANDEIRO, FAZIA SEUS DIAGNÓSTICOS ADORMECIDO.

CURAVA À DISTÂNCIA – DESDOBRAVA EM SONHOS E IA PARA JUNTO DOS DOENTES.

 

COR NOS SONHOS

CORRESPONDE A UM GRAU DE PERCEPÇÃO SUPERIOR DOS MUNDOS SENSÍVEIS.

 

CHINESES

OS SONHOS SÃO UM JOGO DE FORÇAS ENTRE YIN E O YANG.

YIN FORTE – SONHO COM ÁGUA – MEDO.

YAN FORTE – SONHO COM FOGO.

 

NÚMEROS

TÊM GRANDE IMPORTÂNCIA, POIS SÃO ENERGIAS.

HEBREUS ATRIBUÍAM A DESCOBERTA DOS NÚMEROS A ENOQUE.

 

LOCAL PARA DORMIR

• LUGARES ESTRANHOS – FAZER LIMPEZA ENERGÉTICA.

• DORMIR COM OUTRAS PESSOAS – PROTEÇÃO.

 

CONCLUSÃO

O SONHO É UMA SEGUNDA VIDA, E PARA ALGUNS, É MESMO A PRIMEIRA.

O HOMEM TEM O PODER DE CONTATAR E RECEBER AS FORÇAS ESPIRITUAIS DO MUNDO DO SONHO.

 

O MARAVILHOSO MUNDO DOS SONHOS

DRA. GISLAINE MARIA D’ASSUMPÇÃO

SONHOS: FONTE DE APRENDIZADO

Os sonhos são mensagens da Alma para nos ajudar a viver melhor e direcionar os nossos passos para a Luz Maior. Um sonho não compreendido é como uma carta não aberta. Todos  nós sonhamos, algumas pessoas não se lembram dos sonhos. O sonho é responsável pela nossa saúde mental, assim como o sono pela nossa saúde física Sem eles em pouco tempo adoeceríamos. Temos de 4 a 7 sonhos em média, por noite. Os do início da noite são com coisas que vivemos durante o dia, os da madrugada são geralmente espirituais, que trazem mensagens para nosso crescimento pessoal. Os sonhos do meio da noite, tentam resolver  os nossos problemas emocionais. Ex.: sonhos de perseguição, de assalto, etc, mostram como a pessoa está se sentindo ameaçada. Deus tem nos sonhos a sua forma preferida de se comunicar conosco. 

LUZ E ALEGRIA!

COMO ENTENDER OS SONHOS

Para  se compreender os sonhos é necessário dar importância à eles. Quem pensa que os sonhos são bobagens e que não querem dizer nada, nunca vai compreendê-los.  Para lembrar dos sonhos, ao acordar pela manhã, não mexa nem com a cabeça. Depois de lembrá-los, anote. Os sonhos falam conosco numa linguagem simbólica. Não tome os sonhos ao pé da letra. Ex.: Se você sonha com um cachorro, veja o que ele representa para você: amizade ou agressividade. Ele estará representando  um destes aspectos seus. Tudo o que aparece nos sonhos, representa aspectos seus. Se você sonha com uma casa em reforma, certamente você estará num período de mudança em sua vida. A casa, de um modo geral, assim como o carro, representa você mesmo. Existem símbolos universais, que têm o mesmo significado em todo o mundo. Ex.: Mar, terra, lua, sol, pai, mãe, etc.

Os outros símbolos, em geral, têm um significado pessoal. Popularmente acredita-se que sonhar com gato, com cobra, dá azar, isto não é real, talvez uma pessoa tenha tido um destes sonhos e algo ruim aconteceu com ela depois, isto não significa que para todos vai ser a mesma coisa. Por esta razão os dicionários de interpretação de sonhos, são falhos e causam muita confusão. 

PAZ E LUZ!

 

DIÁRIO DOS SONHOS – AUTOCURA

Sonhos são mensagens do nosso inconsciente e da nossa alma, para entendê-los é importante ter um diário. Trabalhando seus sonhos você estará fazendo terapia consigo mesmo. Compre um caderno para esse fim. Ao acordar de manhã, não mexa nem a cabeça. Relembre os sonhos e anote assim:

Numa linha – 1º. Sonho – data

Na linha seguinte – Título

Salte uma linha e escreva todo o sonho no presente, como se estivesse acontecendo agora. 

Salte outra linha e coloque: 

Sentimento (escreva os sentimentos mais fortes do sonho, ex: medo, ansiedade, alegria, etc.)

Assunto (Veja o tema do sonho, ex: perseguição, viagem, etc.)

Questões (Se ficou qualquer dúvida, qual a questão para você)

Símbolos e significados (Escreva os símbolos e o que eles representam para você). Você verá que os sonhos nos orientam em tudo na vida, ajudando-nos a dar o passo certo na hora certa. 

“Tudo é como conseqüência do que SOU, tudo será como conseqüência do que SEREI, conduzirei pois meus passos em direção ao AMOR, a LUZ e a PERFEIÇÃO e serei LUZ, AMOR E PERFEIÇÃO.”

Que os sonhos o ajudem a caminhar sempre em direção à LUZ MAIOR.

APRENDA COM OS SEUS SONHOS

O trabalho com os sonhos ajuda a administrar melhor a sua vida e em conseqüência ser mais feliz. 

1. Prepare-se para dormir, evite leituras pesadas, ver noticiários e filmes de terror antes de dormir.

2. Relaxe, esvaziando a mente de todas as preocupações do dia. 

3. Faça uma revisão do seu dia a partir deste momento até de manhã, isto é, de frente para trás. 

4. Ao acordar, não mexa na cama e relembre os sonhos. Se você perceber que o sonho está incompleto, feche os olhos e complete o sonho da melhor forma para você. Ex.: você sonha que está sendo assaltado e acorda com medo. Complete o sonho dando um final positivo, como: a polícia chega e tudo acaba bem. Se o sonho está completo, mas foi um sonho ruim, faça a mesma coisa, relembre todo o sonho no presente, transformando-o  num sonho positivo. Se você fizer isto com seriedade, em pouco tempo irá notar mudanças em você, como maior confiança em si mesmo, segurança, alegria, etc. 

Bom trabalho, construa sua vida através dos sonhos, assim você estará direcionando seus passos para o AMOR, a LUZ e a PERFEIÇÃO.

PROGRAMAÇÃO DE SONHOS: CHAVE DO SUCESSO

O nosso consciente é uma parte muito pequena do nosso ser, a maior parte está no inconsciente, que possui uma grande sabedoria e está fora do tempo e do espaço. Os sonhos são janelas do nosso inconsciente. Você pode programar seus sonhos, para resolver suas dificuldades. Ex.: o inventor da máquina de costura, Elias Howe, estava trabalhando há anos neste projeto sem resultado. Uma noite sonhou com uma tribo de índios atacando-o, eles queriam espetá-lo com lanças. Howe percebeu, para sua surpresa, que as lanças eram furadas na ponta, foi aí que ele colocou o furo na agulha na ponta e não na base como era e tudo deu certo.

PROGRAMAÇÃO DE SONHOS

Relaxar

Rever o dia de frente para trás.

Ter bem claro na mente o que se quer. 

Formular uma frase curta e objetiva da programação. Ex. “Quero saber como relacionar bem com as pessoas” ou “Quero ser seguro”.

Anotar o sonho no dia seguinte.

Faça isso por um período de 2 meses, às vezes a resposta vem rápida (de forma simbólica), às vezes demora um pouco.

Construa a sua vida harmonizando todo o seu ser. 

PAZ E LUZ!

CURA ATRAVÉS DOS SONHOS

Na antiga Grécia, quando não existia médicos e hospitais, os gregos usavam os templos de cura. Eles acreditavam num deus da cura que se chamava Esculápio e curava nos sonhos. O doente ia para o templo dormir e se curar. Tomava banho e pedia a cura espiritual antes de dormir. No dia seguinte, contava o sonho para o sacerdote e recebia as orientações através da interpretação dos seus sonhos. 

Às vezes a pessoa sonhava com Esculápio cuidando dela e acordava curada, outras vezes recebia orientação de mudança de hábitos de vida, de alimentação ou era receitado um chá. 

Todos nós temos um deus de cura dentro de nosso ser que é o nosso inconsciente. A doença aparece no físico, mas o desequilíbrio ocorreu no emocional, mental ou espiritual e devemos pedir sempre a cura espiritual e obteremos a física como conseqüência.

INCUBAÇÃO DE SONHOS

Ter uma noite tranqüila.

Tomar banho antes de dormir.

Visualizar você curado e pedir sua cura espiritual.

Anotar o sonho no dia seguinte.

Procurar entender o seu significado.

Fique atento aos sonhos durantes 2 meses. 

A resposta pode demorar um pouco. Que você caminhe em direção à LUZ, ao AMOR e a PERFEIÇÃO, com Saúde e Alegria.